fbpx

6 fatores que você não pode ignorar em sua gestão de TI

Profissionais bem-sucedidos de gestão de TI têm um foco equilibrado em três elementos críticos: pessoas, processos e tecnologia. E isso nunca irá mudar. As empresas sempre vão precisar desenvolver estratégias de gestão e identificar prazos, riscos e requisitos de negócios e tecnologia.

No entanto, a maneira como as empresas visualizam os investimentos em TI está mudando. Durante anos, o orçamento empregado, além de sempre muito negociado, recebia pouco acompanhamento por parte dos gestores de negócio. Um equívoco comum era de que os gastos com TI representavam custos irrecuperáveis ​​em vez de investimentos empresariais.

Mas, como os demais investimentos, o dinheiro empregado na TI deve ser cuidadosamente avaliado, mensurado e analisado para se obter o real valor e o retorno sobre o investimento. Além disso, com a dinâmica do mercado evoluindo em ritmo acelerado, alguns outros cuidados devem ser tomados na gestão de TI. E é sobre eles que iremos conversar ao longo deste artigo. Acompanhe!

A importância de ter uma excelente gestão de TI

Em um mercado em que os períodos de diferenciação competitiva são medidos em semanas ou meses, em vez de anos, o sucesso ou o fracasso de uma estratégia de TI depende, muitas vezes, da capacidade de o gestor responder rapidamente às mudanças do negócio.

Com a atual ênfase em segurança, recuperação de desastres e auditorias, um programa eficaz de gestão de TI pode recuperar a informação e evitar as complicações de uma auditoria, por exemplo. Da mesma forma, ter uma gestão de qualidade pode significar o divisor de águas entre o sucesso e o fracasso do gestor de TI.

Ao fazer uma boa gestão de TI, o executivo de tecnologia também pode liberar seu tempo para fazer planejamentos, acompanhar projetos, potencializar negociações e, sobretudo, ter uma atuação mais consultiva, mais estratégica e menos operacional.

6 fatores que você não pode ignorar em sua gestão de TI

Diante do que dissemos até o momento, é chegada a hora de listarmos 6 fatores que todo gestor de tecnologia não pode esquecer de contemplar em sua gestão de TI.

De automação de deploy a cuidados com a segurança da informação, passando por implementação de workflows e outsourcing, veja em detalhes como garantir uma gestão de TI sempre eficiente!

1) Otimização da automação de deploy

O dia a dia frenético do mundo corporativo não tem mais espaço para longos projetos de desenvolvimento de softwares. É aí que a automatização, que permite entregas contínuas, testes constantes e outros processos mais rápidos, ganha cada vez mais força no ambiente de TI.

Um dos maiores benefícios da automação de deploy é poder efetuar mudanças sem medo e receber as respostas em relação aos bugs introduzidos no sistema com mais rapidez. Quanto mais automatizado o processo, menores serão os erros e refações.

A minimização das falhas humanas trazida pela automação de deploy agiliza a realização dos projetos, traz mais competitividade para o departamento de TI e mais satisfação aos clientes.

2) Utilização de workflow

Outra forma de manter a gestão de TI competitiva é a utilização de workflows nos processos, ou seja, o encadeamento de sequências lógicas de atividades. Dessa forma, por exemplo, um profissional termina sua parte em um projeto, e o próximo assume o trabalho – sem a necessidade de uma comunicação formal para isso.

A estruturação de workflows se dá, normalmente, por meio de softwares de gestão de tarefas e outras ferramentas. Ela ajuda a padronizar as atividades, distribuir tarefas de maneira uniforme, organizar a equipe, melhorar a gestão do tempo, entre outras vantagens.

3) Utilização de métodos e técnicas para reduzir custos

Também é muito importante dentro de uma gestão otimizada de TI trabalhar para reduzir custos. E isso pode ser feito utilizando métodos e técnicas específicas. Ao utilizar metodologias ágeis para o desenvolvimento de softwares, por exemplo, é possível tornar os processos mais dinâmicos e econômicos.

Um programa de governança de TI, propriamente, pode ajudar a reduzir os custos da área, uma vez que são empregadas as melhores técnicas e práticas para alinhar a tecnologia com os objetivos do negócio.

4) Investimento em outsourcing de TI

A terceirização de atividades também deve ser um recurso utilizado para otimizar a gestão de TI. Lançar mão do outsourcing pode ser muito útil para os esforços de redução de custos, melhorias na qualidade dos serviços, entre outros.

Além de ser mais barato contratar serviços e produtos de terceiros, a gestão de TI pode ganhar oxigenação de ideias e ajudar a introduzir novas técnicas e métodos dentro da empresa. Sem contar que colocar alguns processos e serviços nas mãos de um parceiro confiável pode ajudar o gestor a ter mais tempo para se dedicar ao core business, já que cada vez mais se espera dele uma atuação mais analítica e consultiva.

5) Gestão de pessoas

A escassez de mão de obra qualificada na área de TI já é um excelente motivo para que o gestor de TI capriche na administração de sua equipe. Porém, há outros fatores que tornam essa necessidade latente.

As novas gerações que estão chegando ao mercado têm uma relação muito diferente com o trabalho do que se tinha há algumas décadas. Esses profissionais precisam se sentir parte de um projeto grandioso, precisam ver valor em utilizar seu tempo em uma atividade. A motivação, portanto, é fundamental.

6) Atualização contínua dos recursos de segurança da informação

Por fim, é sempre bom lembrar que a segurança dos dados corporativos deve sempre ser reforçada. A cada dia, aumentam as ameaças de ataques de hackers e também as falhas humanas que podem danificar dados. Para se ter uma ideia, de acordo com um estudo da IBM, as empresas brasileiras tiveram prejuízos de mais ou menos de R$ 4,31 milhões com ataques em 2015.

Investir em backup on-line, armazenamento na nuvem, ferramentas de antivírus, bem como em processos e métodos mais seguros, é muito importante. Também é recomendável evitar relaxar na política e reforçar sempre a conscientização dos usuários quanto à segurança da informação.

E aí, como está sua gestão de TI? Deixe um comentário sobre suas experiências e nos diga o que achou das nossas dicas!

Veja como a Gaea pode te ajudar em sua gestão!

Deixar Um Comentário