O gerenciamento de projetos de software é, geralmente, complexo. Não significa que tenha que ser complicado. Conforme avançam o tempo, as tecnologias e as experiências, surgem novas práticas e ferramentas que podem otimizá-lo — reduzir custos operacionais, melhorar a performance das entregas e até promover o amadurecimento da equipe de desenvolvimento.

Quer comprovar esta proposição? Neste post preparamos algumas dicas que vão ajudá-lo. Continue lendo para obter algumas ideias que poderão ser colocadas em prática com facilidade para facilitar seu dia a dia!

Como é o gerenciamento de projetos de software atualmente?

O ritmo acelerado dos negócios aliado à busca pelo alinhamento entre a TI e os objetivos empresariais tornou o gerenciamento de projetos de software cada vez mais crítico. Não há mais tempo para longos períodos de desenvolvimento. Os testes têm que ser feitos a todo momento e a opinião dos usuários — também muito mais exigentes — deve ser considerada durante a construção das soluções.

Atualmente, a corrida contra o tempo e as exigências por produtividade e qualidade se acentuam. Cabe ao gestor de TI administrar as demandas, equilibrar interesses e potencializar os resultados.

Por isso, é bem factível afirmar que o gerenciamento de projetos de desenvolvimento hoje é bem diferente do que era feito há cinco anos, por exemplo. Tanto que o CHAOS Report, relatório anual da Standish Group, mostra ano a ano uma evolução na adoção de metodologias ágeis por equipes de desenvolvedores de todos os tamanhos e nos mais variados tipos de empresas de todo o mundo.

Em um recorte mais voltado para o mercado brasileiro, um estudo feito em 2016 mostra que já somos a quarta maior referência em DevOps em todo o mundo. Cerca de 16% das empresas declararam ter sucesso na implementação desta abordagem que une desenvolvimento e operações. Isso faz do país o terceiro com mais potencial, atrás somente de Estados Unidos e Índia (25%) e Suíça (23%).

Como otimizar o gerenciamento de projetos de software?

Dito isso, vamos agora às dicas. Da adoção de uma única metodologia ao hábito de fazer avaliações rotineiras, veja o que você pode fazer para otimizar o gerenciamento dos seus projetos de desenvolvimento de software:

1. Adote uma única metodologia

São muitas as metodologias de gerenciamento de projeto e também de desenvolvimento em si. O ideal, de acordo com diversos especialistas, é que você escolha aquela que mais ofereça características com as quais sua equipe se identifique.

Dentre as metodologias ágeis, por exemplo, o SCRUM é a mais popular. Ele oferece planejamento e execução incrementais e colaborativos. Logicamente, você deve considerar fatores como maturidade do time, grau de envolvimento dos clientes do projeto, seu estilo de gerenciamento etc.

A escolha de um único método tem muito a ver com enraizar uma cultura e aprimorar os processos, baseando-se sempre nas mesmas práticas. Se necessário, ajude seus liderados a desenvolver habilidades para lidar com esta metodologia, pois isso ajudará a potencializar os resultados.

2. Não pule a fase do planejamento

Com as cobranças em relação ao tempo, é comum os gerentes de projetos pularem a fase de planejamento, ou darem uma passada muito rápida. Não faça isso, pois você terá problemas durante a execução.

É muito importante pensar cada etapa do projeto, ter um escopo bem definido e claro para todos os envolvidos, planejar o cronograma e, principalmente, ter métricas que ajudem a mensurar os resultados enquanto os trabalhos estiverem sendo realizados e também ao final.

Um bom planejamento é fundamental, inclusive, para controlar e reduzir o custo operacional da área de desenvolvimento. E isso fará toda a diferença na hora de aprovar orçamentos futuros, defender novas contrações etc.

3. Use a tecnologia para administrar seus projetos

Um bom software de gerenciamento de projetos é fundamental hoje. Por mais que você consiga fazer o controle de seus empreendimentos por meio de várias planilhas de Excel, por exemplo, uma única solução é um divisor de águas.

Certifique-se de que a ferramenta escolhida é baseada ou adaptável à metodologia de gerenciamento que você utiliza, se ajuda a tratar os indicadores e se é fácil de utilizar tanto por você quanto pelos profissionais que lidera.

Prefira uma plataforma baseada em nuvem, pois isso lhe dará mais mobilidade de trabalhar mesmo quando não estiver entre as quatro paredes do escritório.

4. Tenha uma boa comunicação com todos os envolvidos

Se você utilizar uma metodologia ágil, naturalmente todos os envolvidos nos projetos de desenvolvimento vão interagir durante a execução. Mesmo assim, tome o cuidado de não relaxar para que a comunicação seja fluida e efetiva com seu time, clientes e patrocinadores.

Crie canais de diálogo, proporciona encontros periódicos, forneça e solicite feedbacks. Assim, você potencializa a colaboração, evita erros e retrabalhos e torna o ambiente de desenvolvimento (costumeiramente, tenso) mais leve e prazeroso. A performance e o amadurecimento do departamento tendem a melhorar bastante.

5. Monitore os riscos e faça uma boa gestão de mudanças

Aceitar que há riscos, mesmo que o planejamento tenha sido impecável, é também uma forma de otimizar o gerenciamento de projetos. O que pode diferenciar o seu trabalho do de um gerente que fracassa bastante, no entanto, é a capacidade de prever estes riscos a tempo de fazer as mudanças necessárias.

Você também precisa potencializar a habilidade de fazer mudanças com o projeto em andamento. E, mais do que isso, fazer a gestão dessas mudanças para minimizar os impactos na equipe e no cliente do projeto.

Uma boa dica é elencar os riscos atrelados a cada fase do projeto já durante o planejamento. E, dentro do possível, conscientizar os desenvolvedores, testadores e outros profissionais envolvidos. Com isso, as pessoas estarão mais preparadas para contornar problemas e fazer modificações sem resistência.

6. Faça avaliações rotineiras durante a execução dos projetos

É muito importante, para otimizar a gestão de seus projetos, que as avaliações rotineiras comecem a fazer parte da sua rotina.

Com o uso de métodos ágeis, você poderá fazer com que as avaliações se tornem mais contentes, pois os testes e as entregas de pacotes menores são mais frequentes. Envolva também seus liderados nestas averiguações, fazendo com que o monitoramento de resultados e entregas passe a ser natural para todos.

Como está seu gerenciamento de projetos de software? Gostou destas dicas? Siga-nos nas redes sociais para acompanhar nossas publicações: Facebook, LinkedIn e Twitter!