O deploy automatizado passa a fazer parte da rotina de desenvolvimento de uma empresa quando ela entende que sua capacidade de fornecer aplicações com rapidez é prejudicada por processos manuais, com instruções desatualizadas que tornam os projetos de implementação mais demorados e propensos a erros.

Sem a automatização, desenvolvimento, testes e implementação são lentos e necessitam de refações. Além disso, as expectativas da equipe, dos clientes e dos usuários são frustradas, o que acaba por diminuir a competitividade e a rentabilidade da empresa.

Pensando nisso, resolvemos listar as razões que fazem do deploy automatizado uma excelente escolha. Continue lendo para entender como a implantação e a utilização desse processo podem ser extremamente benéficas para sua empresa e equipe de trabalho!

Entenda o que é, exatamente, um deploy automatizado

Comecemos por rememorar o conceito de deploy automatizado. Como termo isolado, um deploy (abreviação de deployment) refere-se ao processo de instalação e testes em recursos tecnológicos, como a criação de uma nova rede, instalação de servidores ou até a implementação de novas aplicações por meio de computação de rede distribuída.

Logo, quando falamos em automatização de deploy, estamos, literalmente, nos referindo à implementação de soluções tecnológicas de forma automatizada. Ou seja, é uma prática superior à maneira tradicional de implementar (manualmente, com documentação extensa e com pouca confiabilidade).

Basicamente, trata-se de um processo que acontece em 5 fases:

  1. consolidação;
  2. teste de aceitação de estágio;
  3. teste de capacidade;
  4. teste de aceitação dos usuários;
  5. lançamento.

Conheça as principais vantagens do deploy automatizado para a TI e para o negócio

Dito isso, já podemos listar os principais benefícios que você terá ao adotar o deploy automatizado em seus projetos de TI:

1. Torna as implementações repetíveis e menos propensas a erros

Esqueça a tradicional necessidade de intervenção humana a qual, muitas vezes, faz com que importantes passos em uma liberação sejam perdidos ou esquecidos. Ao contrário do que acontece nos processos manuais, as implantações automatizadas não sofrem variabilidade.

Uma vez feita a configuração, o processo já pode ser considerado definido e será sempre o mesmo depois da fase de lançamento. Ou seja, se a solução rodar normalmente na primeira vez, ela continuará funcionando o tempo todo.

2. Facilita a implementação da solução por qualquer membro da equipe

Profissionais, por mais experientes que sejam, precisam reter muito conhecimento sobre determinada solução para implementá-la.

Com o uso do deploy automatizado, este conhecimento é capturado e armazenado no sistema, tornando a configuração muito mais fácil por qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento técnico.

Este é um benefício imenso, pois qualquer pessoa autorizada a acessar o “botão Implementar” pode iniciar a liberação. Ou seja, quem criou a solução pode tranquilamente sair de férias ou faltar no dia da implementação, pois a automatização do processo está garantida.

3. Simplifica implementações em novos ambientes

Com a aplicação do deploy automatizado, as implementações são mais do que repetíveis, elas são configuráveis. Isso significa que, embora o processo de liberação subjacente seja permanente, os ambientes de destino e máquinas podem ser modificados muito facilmente.

Na prática, se um software, por exemplo, precisa ser implantado em vários ambientes de teste, ou em novas filiais, não há uma sobrecarga de implantação. Simplesmente, a equipe precisa configurar um setup que já existe.

4. Libera os engenheiros e desenvolvedores para se dedicarem ao desenvolvimento

Iniciar uma implementação totalmente automatizada é uma questão de segundos. Todo o processo de validação é feito previamente, nos bastidores, desobrigando os engenheiros de software de acompanhar a liberação — eles só precisarão voltar se algo realmente der errado, o que é muito improvável.

Isso, em médio e longo prazo, representa um ganho imenso de tempo. Ou seja, a equipe de desenvolvimento pode partir para outro projeto em vez de se preocupar com a implementação.

5. Aumenta a frequência de liberações

Todos os benefícios descritos até aqui — das implementações repetíveis até a liberação da equipe para se dedicar ao que realmente importa, passando pela facilidade de implementação — culminam em uma vantagem muito significativa para os gestores de projetos de desenvolvimento: a aceleração das entregas.

Todo o processo de liberação tem uma baixa sobrecarga de trabalho com o deploy automatizado. Assim, as liberações passam a ser mais rápidas e frequentes, o que facilita a obtenção de feedbacks contínuos para que a equipe aprenda e implemente mais rapidamente.

6. Torna a empresa mais competitiva na satisfação dos clientes

Tanto para os clientes internos (departamentos, filiais etc.) quanto para os externos, o processo de implementação de produtos tecnológicos é sempre muito delicado.

Quando feito da forma manual, ele costuma testar a paciência principalmente das pessoas que não conhecem os detalhes técnicos. Há casos em que a operação pode ser prejudicada.

Também neste quesito, o deploy automatizado é perfeito. Ele torna a empresa bem mais competitiva, pois tudo é feito mais rapidamente, com menos erros.

Os clientes finais saem muito mais satisfeitos. E isso, como sabemos, contribui positivamente para a reputação e a rentabilidade do negócio.

Busque ajuda de uma empresa especializada para adotar o deploy automatizado

Automatizar o deployment de softwares se tornou crucial não apenas para proteger o negócio, mas também para desafogar as equipes de desenvolvimento e operações, cada vez mais pressionadas por prazos enxutos — especialmente quando falamos de aplicações mobile, social, de big data e tecnologias em nuvem, que exigem cada vez mais agilidade na entrega e implantação e redução constante do ‘time to market’.

Eliminar processos lentos e de produtividade baixa é essencial para garantir que a empresa desenvolvedora ganhe mais mercado.

Contudo, fazer isso pode parecer muito complexo para quem está acostumado com o processo tradicional, feito de forma manual. Então, é importante saber que existem empresas que realizam esse tipo de serviço.

A GAEA, por exemplo, tem como objetivo principal transformar a TI das grandes companhias, fazendo com que as áreas de desenvolvimento e operações tenham mais fluidez de processos — e entreguem com mais rapidez para o cliente final.

Nossa oferta de deploy automatizado foi desenvolvida para ajudar os profissionais da área a terem mais receita por meio da TI, com melhores processos e maior velocidade de entrega.

Você já trabalha com deploy automatizado? Gostou deste post? Assine agora a nossa newsletter para receber publicações em primeira mão em seu e-mail!