13 segredos para gerenciar uma equipe de TI de alta performance

O universo corporativo reconhece a importância do capital humano para o crescimento e sucesso dos negócios e, nesse sentido, equipes de alta performance são verdadeiros diferencias competitivos — mas exigem uma gestão mais inteligente, com foco em resultados e em pessoas. Assim, é preciso considerar as peculiaridades da empresa e o perfil dos colaboradores para, então, definir e implementar políticas e ações que permitam um gerenciamento capaz de trazer os melhores resultados. Para tanto, é fundamental considerar aspectos técnicos, administrativos e comportamentais, para assegurar o engajamento e a produtividade da equipe de TI.

Conheça, então, algumas dicas para gerenciar uma equipe de TI de alta performance.

1. Seja um TI estratégico

A área de TI precisa assumir um papel diferenciado na gestão corporativa, de modo a colaborar com a estratégia da empresa e propiciar condições para o crescimento dos negócios. Assim, é fundamental que os gestores e equipes conheçam profundamente a operação, o mercado, os concorrentes, as novas tecnologias, os processos produtivos e gerenciais e, principalmente, os desafios a serem superados. Uma visão mais ampla permite análises críticas e assertivas sobre novas demandas e alternativas, reduzindo, assim, imprevistos e urgências. Essa atitude favorece a performance da equipe de TI, minimizando pressões e sobrecargas, além de garantir maior qualidade nas entregas.

2. Reforce a governança e o gerenciamento de TI

Governança de TI pode ser entendida como o conjunto de processos que garante a utilização de todos os recursos de forma eficaz, permitindo que a empresa possa alcançar seus principais objetivos. Assim, é essencial reforçar o gerenciamento, de modo a contar com um planejamento adequado sobre a capacidade de atendimento do setor, além de identificar e minimizar os riscos que envolvem o negócio, acompanhar o desempenho das equipes por meio de indicadores de performance, e administrar prazos.

3. Otimize e organize os processos internos

Outra prática básica para gerenciar equipes de alta performance é otimizar os processos internos, eliminando retrabalhos, desperdícios e falhas. Para tanto, é preciso realizar um mapeamento destes processos, avaliar as tarefas rotineiras e eliminar as desnecessárias, incluindo a preparação de diversos relatórios, apresentações e e-mails, que não agregam valor e, principalmente, não fundamentam a tomada de decisões estratégicas. Nesse sentido, é importante contar com procedimentos claros que facilitem a gestão de todas as tarefas, considerando aspectos como homologação, validação, registros de novas demandas, controles sobre aprovações e alterações nos projetos, anotações de responsabilidades e aplicação de novas ideias. E, para conquistar maior organização, é interessante contar com a consultoria de empresas como a GAEA, especializada em otimização e automatização de processos de TI.

7 Passos Para Iniciar DevOps

4. Invista nas ferramentas adequadas e infraestrutura

As ferramentas e a infraestrutura oferecidas pela empresa aos seus colaboradores influenciam diretamente nos índices de produtividade das equipes. Assim sendo, é importante propiciar condições adequadas para o trabalho, principalmente em áreas de grande complexidade técnica, como TI. As novidades tecnológicas, como softwares eficientes de gerenciamento, devem ser adotadas, pois além de melhorarem o desempenho geral, também são uma maneira de valorizar o capital humano, destinando os profissionais a tarefas realmente relevantes, explorando, assim, as potencialidades das equipes.

Guia das Ferramentas DevOps

5. Defina metas individuais e coletivas

Equipes de alta performance devem conhecer a estratégia corporativa, para poderem atuar de maneira ainda mais eficiente. Desse modo, é necessário desdobrar os objetivos macro da empresa em metas individuais e coletivas, de modo que todos possam compreender as etapas para a conquista dos resultados planejados. Essa iniciativa reforça o senso de pertencimento, o engajamento e o compromisso dos profissionais e gestores.

6. Estabeleça reuniões gerenciais e melhore a comunicação

As reuniões gerenciais são ótimas ferramentas para assegurar uma comunicação eficiente e, por isso, precisam ser bem utilizadas. Os encontros devem servir para o gestor informar, atualizar, orientar e direcionar os esforços de acordo com as demandas. Porém, para serem realmente efetivas, é necessário que haja espaço para a troca de ideias e sugestões, fortalecendo assim o trabalho em equipe e a integração entre os colaboradores. Além disso, é essencial utilizar os demais canais internos de comunicação, como newsletters, chats e redes sociais corporativas — e até mesmo o tradicional mural de avisos. A informação correta, ágil e transparente é fundamental para o gerenciamento da equipe de TI.

7. Defina um plano de carreira

Profissionais talentosos costumam ter ambições e expectativas de crescimento dentro da empresa, por isso é preciso definir um bom plano de carreira. É necessário também estabelecer políticas de remuneração e benefícios, para esclarecer quais os critérios utilizados para decisões que envolvam questões salarias ou promoções internas. Nesse sentido, um plano de carreira bem elaborado pode incentivar os colaboradores a buscarem mais qualificação, visando novas oportunidades.

8. Planeje o desenvolvimento da equipe

Profissionais de alta performance também consideram as políticas de treinamento e desenvolvimento adotadas pela empresa como um importante diferencial para a retenção de talentos. Mas é preciso elaborar um planejamento específico, partindo da análise de perfil de cada colaborador, a fim de identificar fraquezas, limitações e potencialidades. Desse modo, é possível atuar no aperfeiçoamento de todos, considerando as individualidades, e formar equipes ainda mais preparadas e competentes.

9. Adote o feedback imediato

O feedback é uma excelente ferramenta de gestão de pessoas e, aplicado em tempo real, pode evitar retrabalhos, equívocos e conflitos. As conversas francas e estruturadas servem para corrigir comportamentos, posturas ou rendimentos abaixo do esperado. Entretanto, é preciso lembrar que o feedback deve ser utilizado também para elogiar o bom trabalho, fortalecendo a motivação da equipe de TI.

10. Estimule a participação de todos

Outra iniciativa importante é estimular a participação de todos por meio de sugestões e opiniões, da criação de multifuncionais e da delegação de responsabilidades. Esse estilo de gestão favorece também o pensamento criativo e o empreendedorismo corporativo, produzindo alternativas inovadoras para o negócio e soluções para os atuais problemas.

11. Reconheça e valorize os talentos

Dentre as práticas de gestão de pessoas, reconhecimento e valorização estão entre as mais efetivas. Por isso, devem fazer parte do gerenciamento de equipes de alta performance. Assim, é essencial investir nos talentos, apoiar o desenvolvimento e oferecer oportunidades de crescimento profissional.

12. Cuide da qualidade do ambiente de trabalho

O ambiente de trabalho é outro elemento importante no gerenciamento de equipes de alta performance. Assim, algumas práticas devem ser adotadas, tais como respeito pelas diferenças, imparcialidade, coerência, meritocracia, colaboração e uma atitude positiva do gestor, demonstrando conhecimento, segurança, proximidade, entusiasmo e dedicação.

13. Faça pesquisas de clima organizacional

A pesquisa de clima organizacional é um mecanismo bastante eficiente no sentido de identificar se as equipes estão realmente motivadas e engajadas. Por meio das respostas dos colaboradores, é possível perceber quais são os pontos fortes da gestão e, também, as políticas que devem ser ajustadas para melhorar os níveis de satisfação e produtividade.

Quais são as suas dicas de gerenciamento para equipes de alta performance? Compartilhe conosco suas experiências e sugestões!

2018-09-28T13:39:15+00:000 Comments

Leave A Comment