fbpx

Aumento de receita ou redução de despesas: qualquer outra justificativa não vale

Ideias extraordinárias aparecem todos os dias. E elas ganham proporções ainda maiores quando algum executivo retorna de um congresso ou evento que apresentou as maravilhas das novas tecnologias.

Uma moda que permanece em alta é a implantação de um escritório de projetos. É consenso para todos que implantar um escritório de projetos – seus infindáveis processos e ferramentas de controle e acompanhamento – é a solução para todos os problemas, como mudanças constantes de escopo, orçamentos jamais cumpridos e cronogramas sem fim.

Com esse discurso pronto, todas as informações parecem suficientes para conseguir a aprovação junto à diretoria, para a abertura dos cofres e a avalanche de dinheiro cair sobre todos os requisitos para a implantação do escritório de projetos. Porém, para o bem ou para o mal das empresas, o diretor financeiro começa a questionar o retorno do investimento e a real aplicabilidade de tudo o que está sendo apresentado.

O embate se inicia. Os defensores mostram as vantagens na organização dos projetos: os fantásticos e maravilhosos status report que possibilitarão o acompanhamento e a tomada de decisão de maneira pró-ativa, as ferramentas para a escolha dos projetos a serem realizados e o alinhamento da corporação ao que existe de melhor no mercado.

O encantamento é gigantesco, mas a resposta objetiva ao diretor financeiro não acontece, e outros componentes da diretoria começam a questionar o alto investimento sem uma clara e objetiva justificativa do seu retorno, e, principalmente, nos ganhos reais. Quando se questiona ganhos reais – entenda-se dinheiro – nada diferente disso é subsídio para convencer os executivos a investirem em algo que eles desconhecem.

Talvez o maior erro dos entusiastas das soluções que se mostram revolucionárias é esquecer que, por mais que as empresas pareçam e demonstrem serem modernas e agressivas, quando se trata de colocar a mão no bolso, todos são extremamente conservadores e, em alguns casos, até mais do que empresas consideradas ultrapassadas.

Quem tem esperança de aprovar algo na diretoria sem grande consistência em seus argumentos, pode esquecer! A estratégia para conseguir aprovação de maneira menos penosa deve basear-se fortemente em como a solução de investimento proposta irá aumentar significativamente a receita da empresa – e este fato deve ser sustentado com dados inquestionáveis.

Outra estratégia, que é o sonho de toda diretoria, são soluções de investimento em novas tecnologias que, também baseadas em argumentações consistentes, irão reduzir as despesas.

O certo é que, não importa qual estratégia você escolher na próxima reunião para solicitação de investimento junto à diretoria da empresa, se sua proposta não contiver o aumento de receita ou a redução de despesas, provavelmente não será aprovada.

ContatoPowered by Rock Convert

Deixe um comentário