fbpx

Fim dos problemas com Deploy: prova que os processos e as ferramentas suportam as pessoas

Desde os primórdios da área de TI, quando os Data Centers eram conhecidos como CPD (Centro de Processamento de Dados), que algumas verdades pareciam imutáveis: que todo pessoal de TI é nerd, que TI não atende as necessidades do negócio e que TI veio resolver um problema que a área de negócios não tinha.

Com o passar dos anos, uma e, depois, outra, estas afirmações foram caindo. A única que parecia eterna e, mesmo com toda modernidade e tecnologia permanecia enraizada, era o medo das corporações de fazer alterações no seu ambiente de produção. Apesar de todas as necessidades que a área de negócio tinha para crescer, todos na empresa tinham calafrios quando se aproximava a data da implantação de uma nova alteração no ambiente de produção.

Diferente de outros problemas que foram resolvidos com uma única solução (como oxigenar a cabeça dos profissionais de TI), o final do terror com a mudança na área de produção não ocorreu do dia para a noite nem teve uma única solução. Ela só conseguiu ser resolvida utilizando-se de uma regra trazida pelo pessoal que implantou uma gestão de serviços em TI com conceitos advindos do ITIL e do COBIT, que foi agregar os processos a tudo que é feito em uma organização, medir sua eficiência continuamente e melhorar o que for possível.

Ficou óbvio que os processos documentados e guardados em forma de livros em uma prateleira não resolveria os problemas. Então, a barreira mais difícil foi quebrada que é o continuo treinamento das pessoas e, principalmente, o que é muito mais difícil: a mudança na cultura dos profissionais para o correto uso das políticas de processos.

As pessoas necessitam de contínuo trabalho e atenção porque, de maneira geral, tem a tendência de fugir dos processos e acreditar que já sabem tudo e que não é mais necessário ficar validando os processos. Engana-se quem acredita que uma vez treinada e acompanhada não precisará de novas validações.

Mesmo com todo processo, boa vontade e treinamento de todas as pessoas, não é possível fazer as implementações em tempo hábil sem a implantação de uma ferramenta que venha suportar os processos e minimizar os erros das pessoas. As ferramentas têm a enorme vantagem de fazer da mesma maneira quantas vezes forem necessárias, com o mesmo padrão de qualidade uma determinada atividade.

Somente com a união dos processos devidamente implantados nas ferramentas suportando as ações e correções das pessoas é que podemos alcançar o sossego tão desejado quando de um deploy.

Muitas corporações, atualmente, conseguiram entender que não é possível ter tranquilidade no dia seguinte de um deploy sem a união destes três importantes e fundamentais fatores, as ferramentas implantadas sobre os processos que foram levantados e cuidadosamente documentados, suportando as pessoas a realizarem e manterem seus ambientes em funcionamento.

 

ContatoPowered by Rock Convert

Deixe um comentário