fbpx
Red Hat no Microsoft Azure

Red Hat no Microsoft Azure

Hoje especialmente traremos para vocês um post de um parceiro nosso Fabio Silva, especialista em Segurança da Informação e fundador do site fabiosilva.com.br, ele nos ensinará como utilizar o RedHat no Microsoft Azure.

Recentemente a Microsoft e a RedHat fizeram uma bela parceria em ter seu portfólio de produtos na nuvem Azure.

Antes de iniciarmos é importante que vocês saibam o que é o Microsoft Azure.

O que é Microsoft Azure?

Basicamente falando é uma plataforma destinada à execução de aplicativos e serviços em nuvem ao estilo SaaS com computação em grelha (GRID).

Computação em grelha é um modelo computacional capaz de alcançar uma alta taxa de processamento dividindo as tarefas entre diversas máquinas estando local ou não.

Hoje vamos disponibilizar um passo a passo para implementação e provisionamento do RedHat 7.2.

O RedHat está disponível no novo portal, não estando mais disponível no portal clássico.

A recomendação de novas maquinas virtuais, seja qual for a plataforma, é que seja feita no novo portal até pela quantidade de recursos que é desenvolvida.

azure-imagem-01

Na tela inicial do novo portal clique em maquinas virtuais, como está convergindo aparece também maquinas virtuais clássicas.

azure-imagem-02

Clique em adicionar.

azure-imagem-03

Na busca escolha a última versão do RedHat (RedHat Enterprise Linux 7.2).

azure-imagem-04Clique na versão escolhida.

azure-imagem-05

Vamos criar o grupo de recursos do RedHat.

azure-imagem-06

Escolhi o nome do Servidor, Usuário de acesso, a senha, e o grupo de recursos.

azure-imagem-07

O Azure sugere já modelos de máquina virtuais já compatíveis com o Redhat, como estamos em caráter de laboratório eu escolherei a A2.

azure-imagem-08azure-imagem-09

Revise o grupo de recursos ou já de ok para dar procedimento ao deploy do RedHat.

azure-imagem-10

Antes de entrar em provisionamento ele cria um resumo para ver se está tudo correto, e estando tudo correto de o OK.

azure-imagem-11

Após a confirmação a máquina entra em provisionamento, e é só aguardar o deploy.

azure-imagem-12

Aguarde o Deploy da máquina.

azure-imagem-13

Beleza, maquina em execução, deploy finalizado. Vamos entrar nos detalhes para poder acessar o SSH.

azure-imagem-14

Os detalhes da máquina virtual é interessante pois nos mostra todos os recursos e grupos de recursos que você montou para máquina virtual no Azure.

No caso não configurei DNS por que estamos em laboratório, o ip que você irá acessar estará na tela, como demonstrado.

Ao lado você tem também os outros recursos e detalhes e mais um em especial que é o portal do RedHat onde você tem acesso a informações de licenciamento do RedHat.

Com o licenciamento, você tem acesso ao suporte especializado e as últimas atualizações automáticas do RedHat 7.2.

Espero que este grande lançamento colha frutos da convergência que a Microsoft vem realizando com sistemas Linux, só tem a ganhar.

Espero ter ajudado!

Gostou desse passo a passo e quer receber nossos conteúdos em primeira mão, assine a nossa newsletter! E não deixe de prestigiar nosso colaborador em fabiosilva.com.br

ContatoPowered by Rock Convert

Deixe um comentário