fbpx
Você sabe o que é o cloud sourcing?

Você sabe o que é o cloud sourcing?

Antes de entrarmos propriamente no cloud sourcing, é importante pontuarmos que o crescimento das organizações na América Latina em 2017 será determinado pelo impacto da Transformação Digital (adoção de tecnologias e serviços disruptivos que aceleram a digitalização dos processos e modelos de negócios).

É isso que afirma a consultoria IDC, que estima um crescimento nos investimentos em cloud computing, big data, internet das coisas e outras soluções e serviços inovadores, na casa dos 3,9% na comparação com 2016. O mercado de TI como um todo deve movimentar 274,2 bilhões de dólares na região, sendo que o Brasil é o carro-chefe deste movimento.

Empresas de todos os portes e em todos os segmentos de atuação estão vendo na digitalização de seus recursos tecnológicos uma série de vantagens competitivas. Entre elas, redução de custos, mobilidade, facilidade de escalar (incrementar capacidades conforme as demandas) etc.

É neste cenário otimista que o cloud sourcing começa a despontar! Você já ouviu falar neste conceito? Sabe do que se trata? Fique atento, este é um assunto que fará parte das mesas de discussão tanto do pessoal de TI quanto de executivos de negócio ao longo deste ano

Continue lendo para entender!

O que é cloud sourcing?

Cloud sourcing é um processo pelo qual produtos e serviços especializados em nuvem e sua implantação e manutenção são terceirizados e fornecidos por um ou mais provedores de serviços cloud.

O cloud sourcing permite que as organizações obtenham toda a sua infraestrutura de TI a partir de uma nuvem, se integra facilmente a qualquer plataforma e não requer nenhuma sobrecarga de gerenciamento.

Há especialistas que afirmam que o cloud sourcing será o futuro da computação em nuvem e dos negócios como vemos hoje.

O certo é que ele é uma tendência semelhante ao outsourcing de TI, que é a prática de terceirizar alguns ou todos os processos tecnológicos para um fornecedor externo. Neste caso, a empresa implanta, hospeda e executa uma solução de TI completa ou vertical no provedor de nuvem pública ou privada.

Como a computação em nuvem cresceu muito e a flexibilidade de diferentes produtos e serviços oferecidos nesta tecnologia também se acentuou, é cada dia mais fácil obter uma nuvem como uma solução de serviço, o que quebra muitas das barreiras anteriores em termos de custo, interoperabilidade de plataforma e escalabilidade.

Com o cloud sourcing, praticamente todos os requisitos de TI podem ser obtidos em um modelo de faturamento de computação de utilitário. Desde soluções como armazenamento, rede, software até aplicações corporativas mais abrangentes.

Os serviços de cloud sourcing são tipicamente soluções verticais em nuvem projetadas para atender às necessidades de TI de um segmento de negócio específico.

Em suma, podemos dizer que cloud sourcing é um arranjo em que uma empresa paga um provedor de nuvem para realizar serviços. Embora o cloud sourcing seja semelhante ao outsourcing, o custo dos serviços em nuvem geralmente é baseado em um modelo de utilidade por uso, em vez de um contrato anual ou mensal.

O que muda no cloud sourcing na comparação com a cloud tradicional?

Parece estranho falarmos em cloud tradicional, visto que essa tecnologia ainda está em franca ascensão em todo o mundo, em particular na América Latina. No entanto, as novidades não param de surgir.

Comparativamente, na abordagem do cloud sourcing estão incluídos todos os tipos de soluções desenvolvidas e embaladas como ofertas de serviços terceirizados. Nelas, os fornecedores de TI utilizam a cloud computing como a plataforma base para a entrega dos serviços. E esses serviços podem ser prestados diretamente pelos provedores ou através de um integrador que entrega soluções de negócios configuráveis e preconcebidas, o que gera uma excelente relação custo/benefício.

Como o cloud sourcing muda os procedimentos e processos de uma empresa?

Obviamente, como todas as novidades tecnológicas, o cloud sourcing também traz desafios. Sobretudo neste primeiro momento em que as organizações  e os profissionais de TI ainda precisam entendê-lo e relacioná-lo com suas próprias realidades técnicas e estratégicas.

Empresas com estratégias de nuvem já consolidadas tendem a se adaptar melhor aos serviços terceirizados de nuvem — não é o caso de 69% das organizações em todo o mundo, de acordo com a Cisco.

Assim como na cloud computing tradicional, a negociação com os provedores de nuvem que praticam cloud sourcing é fundamental para garantir controle sobre privacidade de dados, regulamentos de segurança, conformidade, tolerância ao risco, governança e acordos de nível de serviço (SLA).

Se boa parte das preocupações técnicas desaparecem com a cloud tradicional, os departamentos de TI ficam ainda mais livres ao contratar serviços terceirizados na nuvem. E isso é uma excelente notícia tanto para os profissionais que diminuem seus esforços técnicos e ganham ainda mais tempo para uma atuação consultiva e analítica, como para os executivos de negócios, que conseguem potencializar as capacidades de computação com custos ainda mais competitivos e controláveis.

Quais são os benefícios do cloud sourcing para uma empresa?

Além do que apresentamos até aqui, podemos destacar que a terceirização de serviços de cloud apresenta duas grandes vantagens para os negócios:

1. Acessibilidade

Cloud sourcing permite o acesso através da web, ou seja, em praticamente qualquer lugar. Se um novo escritório for configurado em qualquer lugar do mundo e ele tiver conexão com a internet, os serviços poderão ser acessados pelos usuários lá.

Na maioria dos casos, os softwares de processo de negócios podem ser utilizados por meio de dispositivos sem fio, como tablets e smartphones. Assim, os serviços podem ser prestados pelo fornecedor de forma remota, diminuindo os custos operacionais e dando mais mobilidade à equipe.

2. Escalabilidade

A segunda vantagem do cloud sourcing, escalabilidade, permite que o serviço cresça à medida que as demandas da empresa também cresçam. Expandir simplesmente significa utilizar mais do espaço do servidor do fornecedor, ou então solicitar ao provedor mais algumas capacidades do serviço prestado.

O que você achou do conceito de cloud sourcing? Ele já faz parte do dia a dia da sua empresa? Compartilhe este artigo nas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a ele!

ContatoPowered by Rock Convert

Deixe um comentário