Compreenda como é a metodologia de desenvolvimento ágil de software?

O desenvolvimento ágil de software é uma maneira menos complexa, mais eficiente e focada em resultados e na colaboração entre a equipe de projeto e os demais interessados. Mas será que ela é adequada para sua empresa e equipe de desenvolvedores?

Neste post você entenderá quais são os principais segmentos de empresas que estão adotando a cultura Agile e quais são os valores e princípios que orientam o desenvolvimento ágil de software. Confira!

Os tipos de empresa que já estão se beneficiando da metodologia agile

O modelo ágil se tornou uma tendência em empresas que precisam agregar mais valor para seus clientes, responder mais rapidamente às mudanças de mercado, diminuir falhas e aumentar a cadência de inovações em seus projetos de software.

Essa afirmação é reforçada por uma pesquisa realizada com 3.880 profissionais. Nela foi constatado que 26% dos respondentes trabalhavam em fábricas de software, outros 14% atuavam no segmento de serviços financeiros, 11% eram colaboradores de empresas de serviços e 6% ligados à área da saúde, 6% governo, 4% seguradoras, 4% telecom, e outros 29% em outros segmentos.

Segundo a pesquisa, as principais razões indicadas pelos participantes para adotar o desenvolvimento ágil de software são: melhorar o gerenciamento das mudanças de prioridades ao longo dos projetos (87%), aumentar a produtividade da equipe de desenvolvimento (85%), melhorar a visibilidade do projeto (84%), dar mais motivação à equipe (81%), ter uma previsão de entregas mais factível (81%) e oferecer melhorias e novos recursos de maneira mais rápida para o mercado (80%).

Logo, investir em desenvolvimento ágil de software ainda é fazer diferente em seu segmento e agregar valor para os projetos melhorando a qualidade de trabalho da equipe.

Os 4 valores fundamentais do desenvolvimento ágil de software

A palavra ágil passou a ser usada a partir de 2001, quando um grupo de 17 pessoas se reuniu em Utah, nos Estados Unidos, para discutir maneiras de evitar as falhas que as metodologias tradicionais estavam propiciando ao desenvolvimento de software.

Ao término desse encontro, foi redigido um documento, conhecido como Manifesto para Desenvolvimento Ágil de Software. Nele, são elencados os quatro valores que fundamentam a cultura Agile:

  1. Favorecer as interações entre os indivíduos em vez de focar no uso de ferramentas e execução de processos;
  2. Priorizar o funcionamento do software, ao contrário de focar os esforços na documentação de seu desenvolvimento;
  3. Colaborar entre os clientes e equipe de projeto, em oposição ao foco sobre as especificações contratuais;
  4. Encontrar alternativas diante das mudanças em vez de seguir um plano rígido.

O manifesto ainda destaca que sua proposta não é ignorar a necessidade do uso de ferramentas, processos, planejamento, gestão de contratos e da documentação, mas sim priorizar os valores sobre questões mais burocráticas.

Os 12 princípios norteadores do desenvolvimento ágil de software

Além dos valores indicados no manifesto, os signatários do texto indicaram 12 princípios que os desenvolvedores e as empresas que utilizam o desenvolvimento ágil de softwares precisam respeitar:

1. Satisfazer o cliente

O principal objetivo da equipe de desenvolvimento é entregar no menor tempo possível e de maneira contínua um software com valor agregado. Desta forma, os clientes se sentiram bem atendidos e satisfeitos com o resultado.

2. Obter vantagens competitivas para o cliente

Se nos projetos tradicionais as mudanças representam riscos para as entregas, no desenvolvimento ágil ocorre o contrário. Todo o tipo de mudança que ajude o software a obter uma vantagem competitiva para o cliente será bem-vista pela equipe.

3. Entregar com frequência

Mais do que buscar uma versão final de um aplicativo ou software, este princípio indica que a equipe deve oferecer no menor prazo possível uma versão que funcione. O passo seguinte é melhorar essa versão a cada nova entrega.

4. Colaborar

Reunir desenvolvedores com as pessoas ligadas às áreas de negócio durante todo o projeto é a melhor receita do sucesso. Afinal, os primeiros possuem uma visão técnica, já os segundos possuem clareza sobre quais desenvolvimentos agregam mais valor para o projeto.

5. Dar autonomia para a equipe

O quinto princípio indica que, ao reunir profissionais multidisciplinares e motivados, os gestores devem propiciar suporte, um bom ambiente de trabalho e confiar em suas capacidades.

Aliás, confiar na capacidade da equipe e dar autonomia para que cada um execute o seu trabalho da melhor maneira possível é inegociável nas metodologias ágeis.

6. Interagir é a melhor forma de comunicação

A comunicação entre uma equipe de desenvolvimento — e para ela — deve ocorrer por meio de conversas e não de comunicados escritos, e-mails ou outras formas. Isso garante que todos tenham a possibilidade de dialogar e esclarecer pontos de vistas diferentes sobre uma mesma questão.

7. Progredir é entregar

O sétimo princípio afirma que não há avanços no desenvolvimento ágil de software se não houver uma entrega e um aplicativo funcionando. Logo, em cada ciclo é necessário manter o software funcionando e agregar valor com novas features.

8. Desenvolver de maneira sustentável

Em projetos tradicionais os dias que antecedem datas de entrega costumam exigir muito da equipe de projetos, o que gera um enorme esforço e desgaste da equipe. Já no desenvolvimento ágil, o ritmo de trabalho deve ser constante possibilitando que os usuários, patrocinadores e desenvolvedores sejam capazes de manter o projeto pelo tempo que for necessário, sem picos de estresse.

9. Maximizar a excelência nas entregas

O tempo e a atenção investidos no bom design e no primor técnico diminuem os retrabalhos no futuro e garantem a agilidade no desenvolvimento.

10. Simplificar

Executar de modo simples e buscar a simplicidade no desenvolvimento é essencial para garantir que os backlogs sejam eliminados e as tarefas sejam entregues dentro dos prazos acordados.

11. Auto-organizar

Ao permitir que a equipe dialogue, se reúna com todos os envolvidos no projeto e se auto-organize, a busca por arquiteturas, requisitos e designs inusitados se torna mais fácil. O contrário disso, seria ter um gestor que indicasse para a equipe como ela deveria se organizar para alcançar os objetivos do projeto. Ou seja, sua visão e método de trabalho ditariam a organização dos projetos.

12. Melhorar sempre

Todas as metodologias ágeis devem prever reuniões onde a equipe se autoavalia e busca maneiras de tornar sua atuação mais eficaz, produtiva e motivada. Neste caso, os feedbacks buscam uma visão 360º da equipe e um aperfeiçoamento conjunto, não só o individual como muitas vezes ocorrem nos projetos tradicionais.

Se você acredita que sua empresa possui a capacidade de mudar sua cultura organizacional e adotar uma estrutura menos rígida quanto às funções e cargos de seus colaboradores, então considere apresentar a metodologia de desenvolvimento ágil de software como uma alternativa para os projetos.

Agora que você já sabe quais são os valores e princípios necessários para implantar o desenvolvimento ágil de software, siga nossa página no LinkedIn ou no Facebook para receber dicas de como tornar seu dia a dia mais eficiente e produtivo!

2017-06-02T18:16:33+00:000 Comments

Leave A Comment