Você sabe a importância de entender a TI Bimodal?

Hoje, os gestores de TI estão envoltos em constante expectativa em torno do que é possível ou necessário fazer para garantir a capacidade de resposta rápida e contínua às demandas de seu setor e de toda a empresa. Isso passa a exigir cada vez mais a reestruturação de processos, em uma abertura necessária a novas formas de integrar as áreas de TI e negócios para maiores resultados. Adequar toda a TI para que a empresa consiga aproveitar oportunidades, reduzir tempo de entrega e manter-se mais competitiva é um dos objetivos da TI Bimodal.

E agora você vai entender a real importância de investir nela e a diferença que isso pode fazer em sua empresa:

Por que devo investir em TI Bimodal?

1 – Preparo para a TI do futuro

A TI Bimodal está em alta e já é uma realidade em muitas empresas, principalmente no exterior. Agora, ela aponta em nosso mercado como uma tendência crescente que provocará impactos positivos nas companhias que se abrirem a uma nova maneira evolutiva de pensar os trabalhos e soluções que são criadas pelos seus setores de TI como uma forma de empoderar a área de negócios e atingir maiores oportunidades de mercado.

2 – Pioneirismo na implantação de um modelo diferenciado

O termo TI Bimodal não se limita apenas ao processo de desenvolvimento de sistemas ou softwares nem à automatização de boa parte das tarefas, embora isso seja importante para garantir agilidade e maior desenvoltura neste aspecto. A TI Bimodal atinge toda a empresa, pois a forma como se faz negócios deve ser alterada a partir dela, permitindo que haja maior aproveitamento de insights e geração de retorno a partir de tecnologia mais ágil, flexível e com objetivos de obter maior receita e não custos.

3 – Vantagem competitiva para as empresas com maior integração

As empresas que evoluírem mais rápido terão nítida vantagem sobre as demais em curto prazo. Isso fica claro sabendo que o mercado tende a entender que a união é fundamental para diminuir os tempos de resposta e incluir métodos inovadores com liderança baseada em pessoas e engajamento de todo o time, para gerar resultados expressivos de forma rápida.

Com a TI mais rápida e preparada para operar de duas formas distintas – dependendo da necessidade de cada momento – a empresa consegue operar de um modo mais eficiente (e muitas vezes não tradicional) quando precisa alcançar resultados mais rápidos, sem abrir mão da estabilidade na execução padrão das demais partes deste sistema, eventualmente aproveitando as mesmas pessoas e recursos, o que lhe confere grandes diferenciais competitivos. Os resultados visualizados são basicamente dois: clientes passarão a escolher companhias que apresentem mais resultados em menor tempo e com maior qualidade e, na esfera interna, os funcionários conseguirão fazer mais pela empresa e pelo atendimento ao mercado com melhor tecnologia.

4 – Outsourcing (automatização)

Aqui é importante frisar que a ideia de TI Bimodal vem acompanhada da chamada DevOps, que não é uma metodologia em si, mas sim uma mudança de cultura na organização, em relação aos processos de desenvolvimento e entrega de soluções.  A adoção do DevOps ajuda a criar na área de TI uma cultura em que os obstáculos entre as equipes de Desenvolvimento e Operações deixem de existir, possibilitando processos com maior fluidez e ferramentas integradas que permita compartilhar conhecimento e atuar com objetivos em comum.

O grande benefício disso é que a empresa pode fazer uso do modo Outsourcing para garantir a automatização de tarefas por meio de ferramentas específicas que simplifique o relacionamento entre Desenvolvimento e Operações e a otimização de processos, inclusive com o acompanhamento de especialistas na mudança cultural na empresa, que não é tão simples e requer paciência e muita dedicação em treinamentos e utilização de instrumentos que facilitem o dia-a-dia deste trabalho.

5 – Aumento da capacitação para trazer maior resultado às empresas

O conceito de TI Bimodal defendido pelo Gartner aos poucos se consolida como um modelo promissor que evolui e passa a abranger grandes companhias. Isso é prova de que o experimento e ousadia são necessários não só para quem começa, mas também para quem já é sólido no mercado e sente a necessidade de constante expansão da capacidade de responder rapidamente a demandas incessantes.

Se a TI está evoluindo, você obviamente não pode ficar para trás. Com o tempo, grandes companhias saberão selecionar equipes mais capacitadas e abertas a um modelo que envolve muito mais que “trabalho em equipe”, mas sim trabalho “entre equipes” e maior agilidade. Dominar a proposta de TI Bimodal é ter preparo para responder as novas demandas de soluções de TI e elevar os resultados da empresa, atingindo-a como um todo e aumentando a contribuição da tecnologia para seu sucesso em geral. Isso inclui também o fato de que os frutos da TI Bimodal nas etapas de desenvolvimento devem pesar grandemente na tomada de decisões dos CEOS, o que confere aos CIOS maior embasamento para defender investimentos, orçamentos e partes importantes do projeto perante quem decide os recursos de fato.

Empresas e profissionais que se flexibilizam de acordo com essa realidade se tornam mais capacitados para elevar os resultados da TI e, consequentemente, os das operações que envolvem seus softwares (o que compreende diversas áreas da empresa, como financeira, jurídica, comercial), melhorando a empresa como um todo. Dessa forma, eles podem angariar maiores oportunidades e conseguir desenvolver soluções cada vez mais inteligentes e prontas. Grandes companhias, aliás, são o foco da estratégia, pois lidam com grandes quantidades de dados e funções e precisam garantir arsenal tecnológico de ponta para dar conta de tudo isso e estar cada vez mais próximas de seus clientes no mercado, disponibilizando, por exemplo, aplicações que vão além do que sua funcionalidade principal propõe, mas que também permita maior interação para que a empresa identifique oportunidades que sejam viáveis mediante a análise de padrões de consumo, localização no momento, entre outros fatores, aumentando as chances de negócio.

E então, consegue entender agora o porquê de investir em TI Bimodal e migrar sua empresa para esse modelo promissor?

Quer receber mais dicas valiosas para começar a implantar essa cultura em seus departamentos? Que tal assinar nossa newsletter e manter-se sempre atualizado e preparado para os novos desafios da TI nas empresas?