As 5 principais vantagens da automatização de nuvem híbrida

A cloud computing tem sido apontada como uma das principais ferramentas de promoção de inovação e melhoria de gestão dos últimos anos. Ela permite que empresas executem aplicações e serviços em um ambiente que mescla características da nuvem pública e privada. Dessa forma, é possível adotar uma abordagem mais flexível, escolhendo melhor quando — e como — os seus recursos serão alocados.

Quer conhecer um pouco mais sobre essa tecnologia e como ela pode melhorar as suas estratégias de TI? Confira!

Afinal de contas, o que é a nuvem híbrida?

A nuvem híbrida mescla os modelos de gestão pública e privada em um único ambiente virtual. A oferta de parte dos serviços como nuvem privada enquanto outros são entregues tal qual em uma nuvem pública reduz custos e melhora a flexibilidade da gestão de TI. Assim, empresas podem salvar as suas informações mais sigilosas no ambiente privado e manter os seus sistemas comerciais no ambiente público.

Principais vantagens da nuvem híbrida

Não é segredo que as pequenas e médias empresas precisam de estratégias de TI mais flexíveis e capazes de responder com agilidade às mudanças do mercado. Com o auxílio das últimas tendências em tecnologia corporativa, elas podem aumentar a produtividade de seus funcionários, reduzir custos e aumentar a inovação dos seus serviços.

Uma abordagem focada na nuvem híbrida, por exemplo, proporciona uma série de vantagens, tais como:

A computação em nuvem pode maximizar o uso de ativos digitais

Um modelo de computação em nuvem híbrida pode maximizar a capacidade produtiva dos ativos digitais de uma companhia ao balancear o uso de recursos internos e externos. Com a maior escalabilidade da cloud computing, empresas podem criar rotinas em que serviços e sistemas são executados internamente quando há capacidade de processamento disponível, mas diante de qualquer aumento da quantidade de requisições eles são realocados para a nuvem.

Melhoria de processos sem grande aumento do custo operacional

Em tempos de crise econômica, manter um bom controle orçamentário é uma das principais ferramentas administrativas de pequenas e médias empresas que pretendem manter a sua força e competitividade. Com rotinas de automação e compartilhamento de recursos, a nuvem híbrida é capaz de otimizar os custos com TI de qualquer empresa. A diminuição dos gastos pode ser encontrada em aplicações temporárias, armazenamento remoto e projetos que demandam grandes recursos.

Melhoria da segurança de dados e na capacidade de resposta do time de TI

O modelo de nuvem híbrida permite que empresas façam um bom balanceamento entre privacidade, escalabilidade e otimização orçamentária. E por meio de um bom plano de gestão de TI, é possível implementar uma série de rotinas que aproveitam as inúmeras fontes de dados para reduzir o tempo de resposta a falhas de serviço.

Quando comparada a uma iniciativa que faz uso de serviços de cloud computing 100% públicos, a nuvem híbrida pode aumentar a segurança e confiabilidade de sistemas críticos ao permitir o armazenamento de informações sensíveis em ambiente privado. A proteção a ataques físicos também tende a ser maior, já que empresas do ramo costumam dividir as informações de seus parceiros comerciais por múltiplos data centers. Em alguns casos, sistemas de biometria e até guardas armados podem ser implementados para garantir a segurança dos usuários.

Mais flexibilidade nas estratégias de TI

A cloud computing híbrida permite que empresas possam desfrutar de uma série de possibilidades de modelos de gestão e serviço. Tendo plena liberdade para escolher quando (e como) alternar entre a estrutura pública e privada, empresas podem adotar estratégias mais inovadoras e com menor risco.

Mais desempenho de rede

Um dos grandes problemas de uma estratégia 100% voltada para a nuvem é o risco de empresas inteiras ficarem inoperantes com a má qualidade da conexão de internet. Como nem sempre empresas podem arcar com os custos de manutenção de uma conexão secundária, a nuvem híbrida pode ser adotada como uma estratégia para eliminar os problemas causados pela queda dos serviços de rede.

Durante a execução de projetos de alto desempenho, a migração dos dados para um servidor próximo pode ser feita mais facilmente, diminuindo as chances de um erro de latência ocorrer.

Como migrar para a nuvem híbrida

Vale lembrar que, sempre que os registros e sistemas de uma empresa forem migrados para a nuvem, um planejamento detalhado deve ser feito. Ele deve incluir processos de manutenção, treinamento, um fluxo de trabalho bem definido e métricas de desempenho. Assim, gestores de TI poderão acompanhar a eficiência da migração e desenvolver políticas que possam eliminar eventuais falhas, reduzir riscos e otimizar recursos de TI.

A adoção da nuvem híbrida deve ser feita por líderes de TI capacitados e capazes de gerir um modelo privado. Eles poderão criar regras de uso, definir parâmetros de desempenho e demanda, assim como manter uma boa estratégia de governança de TI.

O uso de uma solução de nuvem híbrida também requer uma plataforma de gerenciamento de cloud computing (CMPs). Esse serviço permite a gestão unificada de recursos, usuários e privacidade. CMPs também podem aumentar a velocidade com que novos recursos são disponibilizados por meio de métodos de automação.

Mais mobilidade e segurança

Nos últimos anos, a computação em nuvem deixou de ser uma novidade para se tornar uma ferramenta praticamente obrigatória para as companhias que pretendem se manter competitivas no mercado. Nesse cenário, a computação híbrida ainda aparece como uma novidade e não como um padrão comercial amplamente divulgado e aceito por gestores de TI.

Esse modelo combina características dos modelos privado e público de gestão de estruturas de cloud computing. Uma nuvem híbrida pode, entre outras coisas, replicar, migrar e/ou replicar serviços e informações entre as nuvens pública e privada. Assim, ela é capaz de garantir os benefícios dos dois principais modelos de serviço sem comprometer a confiabilidade e a segurança dos usuários.

A adotação de estratégias inovadoras de gestão de TI pode trazer grandes benefícios para pequenas e médias empresas que pretendem aumentar a sua competitividade. Mais escalável, exigindo menos recursos e com planos atraentes, essa solução é uma das principais tendências do mundo da TI corporativa, promovendo mais inovação e novas formas de trabalho em ambientes corporativos.

Se você quiser ficar por dentro das melhores soluções de TI, curta a nossa página no Facebook e continue acompanhando nossos conteúdos!

2016-12-05T18:56:55+00:000 Comments

Leave A Comment