Automatizar e dizer que “Tempo é Dinheiro” nunca foi tão atual, e, quando levamos esse conceito para o ambiente de tecnologia das empresas, ele ganha proporções ainda maiores. Qualquer alteração nos sistemas de produção realizada de maneira manual é um verdadeiro monstro que consume horas de trabalho e causa indisponibilidade de sistemas.

Quando multiplicamos o tempo da equipe parada, impossibilitada de gerar receita, dos negócios perdidos e dos custos da equipe de TI envolvidos nas mudanças, chegamos a grandes somas de dinheiro. E é evidente que esses fatores são geradores de um clima estressante que envolve toda a companhia.

Mesmo com todo esse histórico, muitas empresas ainda resistem em automatizar o ciclo de desenvolvimento de software, seus sistemas de homologação e, principalmente, o deploy para produção, pois acreditam que as ferramentas disponíveis são caras e pouco confiáveis. Certamente, essa opinião pertence aos profissionais que têm dificuldade em se atualizar e temem perder o emprego.

A boa notícia é que o custo das ferramentas (com a troca do modelo de pagamento por licenciamento pelo pagamento por uso) e a simplificação na implantação estão revolucionando o mercado. Os fabricantes perceberam que seus custos proibitivos limitavam a utilização e que derrubar os concorrentes custava mais caro do que baixar os valores e ganhar mercados até então inacessíveis.

As empresas que adotaram a automatização como meta perceberam que a vantagem deste tipo de processo não se limita apenas à economia financeira, mas também tornou-se responsável pela liberação das equipes, que passavam parte de seu tempo planejando mudanças, riscos e fallback, para dedicarem-se a outras atividades, como a criação de novos processos e a melhoraria dos já existentes, focando-se na qualidade.

A quebra do paradigma não para por aí, os reflexos são sentidos no desempenho das equipes, no clima organizacional e, claro, nos custos da empresa. Portanto, quem ainda tem medo de perder o emprego ou não acredita na automação, é melhor que tome cuidado com os concorrentes, pois eles certamente conquistarão o mercado que você morre de medo de perder.