Como o Machine Learning Está Otimizando Recursos de Produtividade?

As revoluções tecnológicas estão realizando verdadeiras transformações nos ambientes internos das empresas, conseguindo maximizar resultados e fazer a empresa crescer exponencialmente, garantindo processos com qualidade a longo prazo.

Entre as ferramentas mais utilizadas e que trazem bons resultados para as organizações está o uso do Machine Learning, sendo uma das maiores tendências atuais. Continue lendo e entenda o que é esse conceito e como ele está otimizando os processos empresariais.

O conceito de Inteligência Artificial

Para entender o que é Machine Learning, em primeiro lugar, você precisa compreender o conceito de Inteligência Artificial. Isso porque uma das principais características do Machine Learning (autoaprendizado) deriva justamente de conceitos importantes da Inteligência Artificial. Esse é um ramo inserido na área de Ciência da Computação e Tecnologia da Informação, cujo propósito é o estudo e elaboração de soluções que resultem em um processo de inteligência semelhante ao dos seres humanos.

Isso significa que as máquinas seriam capazes de, automaticamente, identificar um problema e resolvê-lo segundo uma lógica de raciocínio semelhante à dos seres humanos.

Ela se ancora em três parâmetros fundamentais:

  • modelo de dados robusto que permita a análise, classificação e processamento das informações que chegam até o sistema (inputs);
  • acesso direto do sistema a um banco de dados com grande volume, ainda não processado, permitindo que o sistema possa se aprimorar com o tempo;
  • recursos que permitam uma grande capacidade de processamento com um custo acessível, tornando o processo possível.

O conceito de Machine Learning

Já Machine Learning (em tradução livre, “Aprendizado de Máquina”) diz respeito a uma metodologia de análise, na qual, algoritmos preditivos conseguem definir os padrões encontrados em uma amostra de dados, mesmo que elas se modifiquem com o tempo, por meio de aprendizagem de máquina. Ele também pode revelar insights diferenciados e resolver problemas complexos, principalmente por essa capacidade de aprender com as mudanças nos inputs e conseguindo oferecer análises precisas mesmo com essa situação.

O sistema é criado para entrar em um processo de autoaprendizagem, ou seja, quando novos dados são inseridos no sistema, os algoritmos trabalham para aprenderem quais são os novos padrões e implementá-los automaticamente, mudando e desenvolvendo novas soluções.

Resumidamente, o Machine Learning utiliza a Inteligência Artificial para realizar as análises de desempenho e tendências nos dados gerados pela sua organização, permitindo tomadas de decisões mais eficientes.

O Machine Learning otimizando as empresas no mercado

Agora que você sabe o que é Machine Learning e como ele está inserido no contexto da inteligência artificial, é importante saber por que ele está otimizando e revolucionando as empresas no mercado. Confira!

Melhoria da gestão de pessoas

Um dos principais pontos de importância do uso do Machine Learning é a melhoria de gestão de pessoas. Isso porque muitas das tarefas que o sistema realiza são funções técnicas repetitivas que os colaboradores executam. Assim, com o uso do sistema automatizado, esses funcionários que estão dedicados para tarefas repetitivas podem ser deslocados para outras funções dentro da empresa. Com isso, há uma melhoria da gestão de pessoas, fazendo com que seus colaboradores exerçam funções mais estratégicas no negócio e sem desperdiçar o potencial de seus funcionários.

Tomadas de decisão melhor embasadas

Como o Machine Learning consegue realizar tarefas preditivas, ele é capaz de apresentar aos gestores se determinadas tomadas de decisões são, de fato, as melhores para organização, incluindo o timing de realização delas. Por exemplo, por meio das análises realizadas por esse tipo de ferramenta, é possível verificar se há uma tendência de estabilidade ou crescimento de vendas para os próximos meses, indicando se há um cenário positivo para a abertura de uma filial, por exemplo.

Com os dados em mãos, com projeções seguras e com margem de erro reduzidas, é possível que os gestores tomem decisões mais corretas, minimizando riscos de prejuízos e garantindo maior sucesso para a empresa.

Agilidade na execução de tarefas

Ao deixar essas tarefas técnicas nas mãos de colaboradores, há um atraso na entrega de resultados em comparação com o uso de Machine Learning. Isso porque os funcionários só podem realizar as tarefas durante o horário de expediente, ou seja, há aproximadamente 8 h/dia de possibilidade de atuação. E, também, o volume de informações a serem analisadas só pode ser compatível com a capacidade de análise de cada um deles.

Já com o sistema automatizado, é possível realizar essa tarefa 24 horas e com um alto volume de dados a serem trabalhados, segundo a capacidade do sistema (que é muito maior do que a de qualquer funcionário).

Assim, se há necessidade de uma análise eficiente e ágil, o uso de Machine Learning resolve a sua situação facilmente. E, ainda por cima, há uma redução dos custos do processo.

Menor índice de erros

Como o sistema realiza processos de autoaprendizagem, quando os gestores responsáveis apresentam inconsistências nas análises, o próprio sistema realiza as mudanças para se adequar aos parâmetros certos, com agilidade nesse processo. Em situações nas quais as análises são feitas de forma manual, há uma maior chance de erros humanos e uma demora maior na adequação a novos padrões, algo que é feito praticamente de forma naturalizada pela inteligência artificial contida no Machine Learning.

Monitoramento mais preciso das atividades

Devido à possibilidade de análises que integrem informações de setores diferentes da empresa, é possível ter um monitoramento mais preciso das atividades da organização. Quase todos os aspectos podem ser observados pelo sistema e integrados entre si, oferecendo uma análise sistêmica do negócio. Assim, os gestores conseguem realizar um monitoramento preciso, bem como observar sua empresa de forma integrada, o que melhora o processo de gestão empresarial. Também é possível, caso deseje, realizar uma análise apurada do mercado, monitorando concorrentes diretos e indiretos.

Maior produtividade

A partir do momento em que todos os itens anteriores são cumpridos, há uma melhoria nos índices de produtividade da empresa como um todo. Como as análises são realizadas mais rapidamente, de forma mais precisa, com menor índice de erros, os resultados aparecem de forma mais ágil, conseguindo resolver situações e problemas com maior produtividade.

Assim sua empresa ganha com a possibilidade de realizar um maior número de tarefas em menor prazo, melhorando as rotinas produtivas do negócio, economizando tempo e recursos no dia a dia.

É possível, portanto, perceber o quanto o Machine Learning é positivo para as organizações e consegue trazer resultados realmente transformadores para as áreas de TI das empresas.

Quer mais dicas que possam agregar positivamente para seu negócio? Siga nossos perfis nas redes sociais — Facebook, Twitter e LinkedIn — e receba as informações diretamente em seu feed de notícias.

2018-12-19T11:10:42+00:000 Comments

Leave A Comment