fbpx

DevOps: seu TI está preparado para o futuro?

Toda empresa grande – que tenha muitas demandas para atender – sabe que gerenciar a área de TI e qualificar processos para atingir capacidade de resposta rápida em ocasiões precisas, entregando agilmente soluções que contribuam para o aproveitamento de oportunidades de negócios e alcance de resultados expressivos em menor tempo não é tarefa fácil e exige boas práticas que mesclem integração de pessoal e recursos, começando por uma mudança necessária na cultura organizacional.

Para vencer estes desafios, novas tendências surgem no mercado e dentre elas está a TI Bimodal, que defende a criação de um sistema para condução dos negócios a partir da junção de dois modos: o tradicional (focado em estabilidade e hierarquia) e o modo inovador (que prevê agilidade, ainda que sejam adotadas medidas não tão conservadoras para agir em prol de ganhar tempo em momentos oportunos). Dependendo de sua necessidade, a empresa age de um ou outro modo, acionando mecanismos de respostas rápidas em situações nas quais seja preciso “correr” para atingir uma oportunidade de mercado. E neste cenário, ganha espaço o DevOps.

Sendo uma das principais estratégias para viabilizar a TI Bimodal, este conceito exprime a adoção de uma cultura nova na área de TI, que dissipe obstáculos historicamente conhecidos entre os times de desenvolvimento e operações, integrando-os de modo a diminuir atrasos, desajustes ou esforços no alcance de objetivos comuns e permitindo o uso de ferramentas integradas que agilizem processos e troca de informações. Isto, embora requeira tempo e paciência, pode trazer inúmeras vantagem para a empresa no decorrer do tempo, inclusive aumentando seu poder de competitividade frente aos concorrentes.

Veja a seguir um pouco mais sobre o que DevOps representa:

Entendendo o conceito de DevOps

DevOps, na verdade, significa uma mudança cultural para conseguir o ajuste prático das equipes de desenvolvimento com a de operações, a fim de agilizar entregas eficientes por meio de comunicação e métodos ou ferramentas de colaboração. Embora isso vá de encontro a um modelo mais conservacionista de gestão da atuação em TI, é uma tendência que tem mostrado evolução para melhorias contínuas e redução não só de tempo como também de gastos, ao passo que pode gerar receita por meio do aproveitamento de insights mediante detenção de soluções rápidas para responder a eles. É, portanto, um dos pilares de inovação e maiores resultados não só para a TI como para toda a empresa que dependa desta evolução para ter respostas e reações mais rápidas no mercado.

Enquanto TI Bimodal defende o pensamento de garantir maior velocidade na geração de resultados e integração entre as áreas de TI e negócios, DevOps é a ponte entre esses dois universos, é um dos caminhos para estabelecer essa conexão. É necessário implementar em conjunto a isto ferramentas que deem suporte a todo este trabalho, unindo recursos diversos como até mesmo soluções móveis (que permitam compartilhamento em tempo real e captação de dados sobre o mercado que possam ser convertidos em oportunidades). Com o apoio de uma consultoria especializada, a TI tem, portanto, acesso não só a excelentes ferramentas para acompanhar e realizar processos de forma automatizada (simplificando o relacionamento entre desenvolvimento e operações), como também à orientação, treinamento e acompanhamento de resultados, facilitando a implantação de uma nova cultura.

Em que mais se baseia essa ideia?

Desde o início de sua concepção — em meados de 2009 —, a ideia de DevOps defende que para o bom funcionamento de TI e da empresa há que se observar a necessidade de, primeiramente, conscientizar equipes para uma nova Cultura (Agile) de colaboração, seguida de implementação de ferramentas de automação e avaliação que simplifiquem e norteiam esta migração e os resultados, inserindo, em tudo isto, treinamentos e orientação adequada.

Assim, todos os colaboradores devem ser educados no sentido de promover maior nível de entendimento em torno das soluções de que dependem os negócios e buscar maior integração para agir prontamente em situações específicas, o que inclui desde o auxílio de Cloud como implementação de ferramentas de automação e controle, sendo um modo bifocal, porém promitente, de agilizar e ter precisão cada vez mais apurada na condução de negócios.

Uma grande vantagem para vários perfis de empresa

A ideia que se faz necessária entender é a de que qualquer empresa grande, com demanda interna ou externa suficiente para gerar verdadeiro desafio de resposta, pode se beneficiar da adoção deste modelo de cultura.

Aliás, são essas empresas – que podem englobar vários perfis e ramos de atuação – que têm potencial para servir de território propício à implantação de TI Bimodal e DevOps, justamente por terem diversas áreas a integrar e mercado amplo a explorar. Eis alguns exemplos de benefícios e problemas que podem ser resolvidos em sua empresa com ajuda de DevOps:

Automação a favor de resultados

  • Maior otimização do tempo e menor burocracia para poder focar nos objetivos finais – poupando esforços da equipe para que sejam concentrados em áreas mais propícias, diminuindo demoras;
  • Resolução facilitada de problemas, tais como dificuldade de gerenciar tudo e todos envolvidos no andamento dos trabalhos que envolvem TI, e maior base para tomada de decisões.

Simplificação de processos

Com uma ferramenta inteligente, a gestão pode se tornar mais simples: processos visualizados em um dashboard descomplicado e automatização de procedimentos que antes eram feitos manualmente ou dados que eram inseridos e analisados um a um, o que leva tempo e pode gerar desencontros com maior probabilidade. Para empresas que não sejam somente voltadas a softwares, essa vantagem pode se destacar ainda mais!

Poder mais rápido de resposta – maior competitividade

Para as empresas que possuem área de TI estruturada e atuam como próprias fornecedoras de sua tecnologia, apostar em DevOps é uma boa oportunidade de agilizar e facilitar todo o caminho para formulação de soluções que agreguem valor a seu negócio, otimizem tempo e conquistem mais fatias do mercado — o que gera receita.

Criando infraestrutura ágil, a empresa atinge alto poder de resposta e diminui comprovadamente os esforços de entrega e aproveitando maior quantidade de oportunidades, obtendo, assim, um grande diferencial.

Colaboração como aliada e nova cultura promissora

Ao instituir DevOps na empresa, estimula-se a quebra de paradigmas a respeito da relação muitas vezes obstruída entre os setores de desenvolvimento e operações, encurtando caminhos para resultados mais rápidos e melhores, o que possibilita o crescimento da empresa.  Logo, a integração de todos com o DevOps ajuda a instituir a colaboração como essencial para ganhar e preservar valor no negócio, além de munir a empresa de um diferencial na Cultura que a torna capaz de se destacar cada vez mais facilmente das demais: a capacidade de gerir mudanças em seu ambiente interno e na mentalidade de seus times para que evoluam sempre a favor do alcance de modelos altamente estratégicos de operar negócios em um terreno tão arenoso e competitivo como o apresentado pelo mercado.

E então, como a sua empresa está reagindo às novas tendências do mercado de TI? Tem alguma experiência que quer compartilhar conosco? Aproveite nosso espaço; deixe um comentário!

Guia Rapido Devops

Deixar Um Comentário