fbpx

Implantação da TI Bimodal

8 passos devopsPowered by Rock Convert

Antes de falarmos uma enorme quantidade de sopa de letrinhas para justificar por que o DevOps pode ajudar na estratégia de implantação da TI Bimodal, é importante entender o que quer dizer cada uma das duas propostas para, depois, demonstrar se faz sentido ou não as utilizar em conjunto.

O que é TI Bimodal?

Podemos dizer que é dividir a TI em dois modos. O tradicional, cujos objetivos principais são confiabilidade e custo e que tem como foco os processos das melhores práticas (ITIL, Cobit, PMI, CMMI, etc.). E o modo comumente chamado de nova TI, que tem como objetivos principais a inovação e a criação de novos negócios, e é também focado em experimentação, aprendizado contínuo e agilidade.

E, antes ainda que alguns façam confusão acreditando que um modelo seja contra a existência do outro, é importante dizer que ambos foram feitos para atender ao negócio e coexistir em equilíbrio.

Conceitualmente, DevOps é uma metodologia de desenvolvimento de software que utiliza a comunicação para integrar desenvolvedores e profissionais de infraestrutura de TI. Quem atua na área sabe que integrar estas áreas é uma missão quase impossível, assim, podemos concluir que utilizar essa metodologia como estratégia para implantação de TI Bimodal pode ser uma ótima opção.

Se a TI tradicional está aí há muitos anos e tem seu foco na confiabilidade e nos custos, o grande desafio, então, é implantar uma nova TI em que a agilidade de criação de novas soluções para atender ao negócio de maneira ágil seja possível, e que ambas possam existir e entregar o que cada uma tem de melhor.

Para conseguir êxito na implantação do modo 2, é importante protegê-lo da TI tradicional, criando times multifuncionais e fortalecendo o engajamento de executivos de negócio. Desse modo, a utilização da metodologia DevOps será uma excelente ferramenta para conseguir êxito.

Guia Rápido DevOpsPowered by Rock Convert

A consolidação da credibilidade no modo 2 também será alcançada através de resultados rápidos e impactantes. Isso aumentará gradativamente a implementação do modo 2 em relação ao modo 1 até que se atinja o equilíbrio entre os dois.

É notório que, nos próximos anos, a TI terá que responder perguntas fundamentais para a continuidade das empresas e seus negócios, tais como:

[/fusion_builder_column][fusion_builder_column type=”1_1″ background_position=”left top” background_color=”” border_size=”” border_color=”” border_style=”solid” spacing=”yes” background_image=”” background_repeat=”no-repeat” padding=”” margin_top=”0px” margin_bottom=”0px” class=”” id=”” animation_type=”” animation_speed=”0.3″ animation_direction=”left” hide_on_mobile=”no” center_content=”no” min_height=”none”][fusion_checklist]

  • Os times têm as competências e recursos necessários para enfrentarem o desafio dos negócios digitais?
  • A organização saberá lidar com as incertezas que as tecnologias digitais e as mudanças de comportamento trarão aos negócios?

[/fusion_checklist]

As respostas podem estar na criação de uma nova TI chamada de TI Bimodal – e suportada por metodologias como a DevOps. Sem dúvida, este é o grande desafio que os profissionais de TI irão enfrentar nos próximos anos.

[/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

consultoriaPowered by Rock Convert

Deixe um comentário