O que é Cloud Broker e como funciona? Entenda aqui!

O mercado de cloud computing está cada vez mais competitivo e todos os dias novas empresas entram na disputa por uma fatia dele. Com isso, os gestores de TI ganham um gigantesco número de opções, aumentando a dificuldade na escolha. Como essa é uma decisão que exige certeza, segurança e conformidade, o processo fica mais complicado. É neste contexto que entra o Cloud Broker.

Ainda não conhece a nova tendência para o setor de TI? Então confira a partir de agora o que é Cloud Broker, como ele funciona, suas vantagens e o que esperar dele para um futuro próximo!

O que é Cloud Broker?

De acordo com o glossário da Gartner, o Cloud Broker é um corretor de serviços de nuvem. Pode ser uma empresa ou pessoa física terceirizada que agrega valor aos serviços de nuvem em nome dos consumidores. Ou seja, é alguém que vai intermediar entre o comprador e o vendedor dos serviços de nuvem. Este corretor pode atuar como intermediário entre duas ou mais partes durante as negociações.

Qual é o objetivo do Cloud Broker?

À medida que a cloud computing evolui, as ações de integração de novos serviços e gerenciamento das estruturas de nuvem ficam cada vez mais complexas, tornando difícil de serem executadas sem ajuda. Isso faz do Cloud Broker uma solução estratégica para as empresas.

O papel mais importante que um Cloud Broker tem é justamente auxiliar quem precisa de nuvem a escolher o fornecedor e a gama de serviços mais adequados possíveis as necessidades, gerenciando também o uso, o desempenho e a entrega de serviços, além de intermediar nas negociações com os fornecedores.

Dessa forma, a empresa pode solicitar serviços da nuvem a um Cloud Broker, em vez de entrar em contato diretamente com um provedor de nuvem.

Como funciona o Cloud Broker?

Quando você opta por contratar um Cloud Broker, em vez de um provedor direto, centraliza todos os serviços de nuvem em um só local. Isso porque ele disponibiliza uma interface única e consistente que permite englobar vários provedores de nuvem diferentes no mesmo lugar. A visibilidade aumenta e fica mais clara sobre todos os recursos, ferramentas e fornecedores utilizados pela empresa.

Em geral, os corretores da nuvem fornecem serviços em três categorias distintas. São elas:

Agregação

Como especialista, o Cloud Broker indica as funcionalidades ideais que cada provedor oferece, possibilitando a empresa utilizar somente o que precisa em cada projeto. A avaliação feita aqui também envolve os custos. Sendo assim, passa a ser um agregador de serviços de valor a preços justos para a empresa.

Integração

Os serviços de armazenamento de dados, ferramentas e recursos são escolhidos a dedo por um Cloud Broker, integrando, controlando o uso e monitorando o desempenho de todos eles por um Dashboard (painel de controle) unificado e de fácil leitura.

Personalização

A maioria dos provedores de cloud vende pacotes de serviços muito padronizados, obrigando a empresa a contratar uma gama de recursos e ferramentas que nem precisa só para ter acesso ao que realmente importa. O Cloud Broker resolve este problema, oferecendo customização aos pacotes de serviços contratados pela empresa.

Ele contrata vários planos de diversos provedores e disponibiliza os recursos e ferramentas de forma individual para cada empresa, possibilitando o uso de somente o que a empresa precisa no momento.

Quais são as vantagens do Cloud Broker?

Disponibiliza serviços diferenciados

A empresa contratante pode utilizar um serviço específico de cada provedor de cloud diferente, se beneficiando das melhores oportunidades e pagando somente pelo que usar. Além disso, terá acesso a recursos e ferramentas que, comumente, não estão disponíveis para todos, mas que são desejáveis.

Oferece suporte na migração

O Cloud Broker não só vai auxiliar a empresa na escolha dos melhores serviços de nuvem, como vai oferecer suporte total na criação de uma infraestrutura coerente, segura e integrada, participando ativamente do processo de transferência dos dados e sistemas para a nuvem.

Otimiza tempo e recursos

Um dos objetivos do Cloud Broker é ajudar a empresa a economizar tempo e esforço com pesquisas e escolhas dos serviços e provedores de cloud. Além disso, atua como um consultor, auxiliando a empresa a tirar o melhor proveito possível dos recursos e ferramentas contratadas.

Para isso acontecer, o Cloud Broker trabalha com o cliente para entender os processos, necessidades de provisionamento, orçamentos e requisitos de gerenciamento de dados necessários. Após a conclusão da pesquisa, é apresentado uma lista com os provedores e serviços de cloud mais recomendados.

Entrega proteção jurídica

Com um Cloud Broker, a empresa tem todos os direitos especificados em contrato garantidos, pois ele deve monitorar o correto cumprimento do SLA (Service Level Agreement) após a compra dos serviços de nuvem. Se alguma inconformidade for detectada, o Cloud Broker oferece uma consultoria jurídica para a empresa contratante.

Garante imparcialidade

Empresas e profissionais que atuam como Cloud Broker possuem imparcialidade, não tendo vínculo com nenhum provedor de cloud especificamente. Isso vai garantir que a escolha dos fornecedores seja feita pelas experiências, ferramentas e recursos que oferecem e não porque ganham algo com sua indicação.

Reduz custos

Como disse, o Cloud Broker pode oferecer à empresa mais do que o intermédio na escolha do provedor de nuvem. Pode combinar também serviços que contribuam para um melhor custo-benefício, reunindo diferentes provedores que disponibilizam as melhores funcionalidades a preços competitivos para o negócio.

O que esperar do Cloud Broker?

Assim como um corretor de seguros, um corretor imobiliário ou um agente de viagens, o Cloud Broker também atua como um corretor, mas de nuvem. Esse tipo de prestação de serviço ainda é novidade por aqui, mas deve ganhar muitos adeptos nos próximos anos, tornando-se uma tendência forte, já que atende uma necessidade latente do segmento de TI.

As vantagens oferecidas por essa estratégia devem mudar o formato como as empresas operam, otimizando os processos de contratação dos serviços de nuvem e o uso dos recursos escolhidos. Logo, teremos uma produtividade elevada, com maior qualidade e redução de custos. Tudo isso deve acelerar o ciclo de produção e de geração de renda recorrente.

O mercado de TI evolui rapidamente e o Cloud Broker deve contribuir para gerar mudanças positivas, tanto para quem contrata, quanto para quem disponibiliza os serviços de nuvem.

Gostou da novidade? Inscreva-se em nossa newsletter agora mesmo e mantenha-se sempre atualizado com relação às tendências do mercado de TI!

2017-12-19T12:30:19+00:000 Comments