Como escolher uma solução cloud para sua empresa? Entenda

O setor de TI sempre teve relevância para o sucesso do negócio, mas, hoje, ele ganha um papel fundamental, principalmente para as empresas que entregam atendimento e serviços via internet. As tecnologias evoluíram e a cloud computing passou a ser uma estratégia com tantos benefícios que fica difícil não aderi-la. Mas você sabe escolher solução cloud?

Existem inúmeros provedores de serviço de nuvem atualmente, mas nem todos oferecem a mesma coisa. É aí que você deve ficar atento. Muitas vezes, as empresas contratam soluções cloud baseadas no preço ou na amizade que têm com os provedores.

Esse é um grande erro, pois os serviços podem não atender bem as necessidades do negócio no momento em que ele mais precisar.

Para que isso não aconteça com a sua empresa, decidimos desenvolver um post com as principais dicas de como escolher solução cloud. Aproveite a oportunidade e faça uma parceria mais acertada para o seu negócio!

Por que é importante contar com os recursos de cloud computing?

Escolher a solução cloud certa exige uma análise do próprio negócio, do provedor e planejamento. Esse trabalho pode ser um pouco cansativo em algum momento, mas existem algumas vantagens que fazem o esforço valer a pena. As principais mostramos a seguir. Acompanhe!

Eleva a produtividade

Para começar, a adoção de soluções em nuvem deve ajudar o seu negócio a aumentar a produtividade, já que entrega mobilidade nas tarefas.

Como os gestores e profissionais podem acessar dados e sistemas à distância, o trabalho não precisa mais ficar restrito às dependências da empresa. Além disso, a nuvem oferece recursos de automatização para diversas tarefas.

Reduz custos e despesas

A empresa não precisará mais investir em espaços e equipamento (servidores) físicos, uma vez que tudo será virtualizado.

Também não precisará mais se preocupar com aquisições, download, instalações, atualizações e manutenções de softwares, pois eles ficarão hospedados na nuvem sob a responsabilidade do provedor, bem como toda a ambientação virtual. O resultado será uma redução considerável dos custos para o negócio.

Aumenta a segurança

Políticas de segurança rígidas devem barrar o acesso de usuários não autorizados e invasões de vírus e malwares. Os dados e senhas são criptografados, têm níveis de acesso programáveis, backups podem ser configurados para serem realizados automaticamente na frequência que desejar etc.

Como escolher solução cloud da melhor forma?

Agora, sem mais delongas, vamos ao que interessa. Veja como escolher solução cloud da forma correta para ajudar o seu negócio a atingir os objetivos.

1. Avalie as políticas de segurança adotadas pelo provedor

Considerando que as soluções envolvem a hospedagem de sistemas exclusivos e dados sigilosos, as políticas de segurança e privacidade devem ser o primeiro quesito a ser avaliado.

Se as informações vazarem, o impacto negativo pode ser tão grande que a empresa pode nem se recuperar. Isso torna essencial as ações de acesso controlado por meio de senhas.

Tais mecanismos darão a empresa um poder maior de controle sobre quem vai acessar o que, quando e por onde. Além desse recurso, veja se o provedor oferece tecnologias de criptografias para os dados e senhas. Elas devem tornar os caracteres ilegíveis, caso sejam corrompidos.

É importante que questione também sobre a personalização das políticas de segurança e privacidade.

O ideal é que os gestores responsáveis pelos ambientes na nuvem tenham poder para monitorar acessos em tempo real, alterar regras de controle e redefinir processos quando for necessário.

Então, antes de fechar negócio, veja o que o SLA (Service Level Agreement) menciona sobre a segurança e privacidade dos dados, sistemas e ambientes.

2. Investigue a reputação da empresa no mercado

A capacidade que o provedor de soluções na nuvem tem para entregar alto desempenho fará toda a diferença para a qualidade dos serviços que a sua empresa oferece aos clientes. Por isso, se ele não é reconhecido pela alta performance, cuidado! A credibilidade do seu negócio no mercado pode ficar ameaçada.

Então, mãos à obra. Visite fóruns, redes sociais e blogs para entrar em contato com pessoas e empresas que já utilizaram os serviços do provedor. Essa é uma boa oportunidade de descobrir como ele é visto pelo mercado, bem como quais são os seus pontos fortes e fracos.

Além disso, pode consultar sites como o Reclame Aqui, Proteste e Consumidor para analisar o volume de queixas contra ela, o que é mais reclamado, como o provedor lida com os clientes e o nível de solicitações atendidas.

3. Analise a escalabilidade dos serviços oferecidos

Quando estiver em negociação com o provedor de soluções cloud, não deixe de perguntar sobre os níveis de escalabilidade que as estruturas suportam.

Por exemplo: se o seu negócio tiver picos de acesso, o ambiente e sistemas inseridos nele deve ser capaz de crescer para atender a demanda adequadamente, e depois retrair ao tamanho original. Tudo de forma automatizada.

Essa estrutura elástica é importante para garantir o funcionamento dos sistemas em momentos mais críticos.

No caso do crescimento sustentável, a escalabilidade também deve ocorrer de forma automatizada e, esse processo, deve ser mencionado em uma ou mais cláusulas do SLA.

O mais importante aqui é descobrir como você pode escalar as operações, qual é o tempo de resposta relacionado aos picos de acesso e quais custos estão envolvidos em uma estrutura elástica.

4. Pesquise o portfólio de serviços oferecidos

Nem sempre o que o provedor oferece você precisa e vice-versa. Por isso, o ideal é que, primeiro, faça uma análise profunda das soluções que o seu negócio mais necessita. Depois, parta para a pesquisa e liste os provedores que são capazes de atender o seu negócio sob medida.

De forma genérica podemos apontar 2 pilares fundamentais de serviços a escolher. Confira.

Tipo de nuvem

A nuvem pode ser pública (como o Google Drive ou o Microsoft Azure oferecem padronizadas), privada (estrutura sob medida e personalizável montada por provedores) ou híbrida (integração de nuvens públicas e privadas para formar uma estrutura com mais benefícios). É importante que o provedor forneça a estrutura de nuvem híbrida.

Tipos de serviços

Após escolher o tipo de nuvem, você terá que decidir entre os serviços SaaS (Software as a Service), IaaS (Infrastructure as a Service), PaaS (Platform as a Service), DRaaS (Disaster Recovery as a Service), serviços gerenciados, consultoria etc. Possivelmente, o seu negócio dependerá de mais que um desses serviços. Então pesquise bem.

O que podemos afirmar é que, nos dias atuais, o investimento em recursos de nuvem é essencial para garantir força competitiva ao negócio, mas, para ter sucesso com a estratégia, você deve se empenhar para saber como escolher solução cloud. Siga essas dicas e firme uma parceria de sucesso com o provedor de nuvem.

Quer mais informações sobre o assunto? Assine a nossa newsletter agora mesmo e receba nossas dicas diretamente na caixa de entrada do seu e-mail!

2018-02-28T14:47:44+00:000 Comments