Se você é da área de TI, certamente gosta de experimentar novas ideias e estratégias. Por isso, com certeza já pensou sobre como aumentar a produtividade no ambiente de trabalho e está disposto a tentar abordagens inovadoras para alcançar esse resultado.

Afinal, essa é uma demanda comum para os projetos da área, e a preocupação sobre o tema sempre passa no radar de quem deseja agilidade no desenvolvimento e um controle mais eficiente do tempo.

Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre o assunto e apresentaremos dicas práticas a fim de otimizar esse indicador. Tem interesse? Não deixe de acompanhar até o fim.

Por que é importante aumentar a produtividade?

Na área de TI, a demanda por agilidade e eficiência é enorme e cresce mais a cada dia. O papel das tecnologias na sociedade só tem aumentado e, por essa razão, necessidades novas surgem todo dia.

Isso é convertido em demandas por projetos e soluções de software. Para lidar com tudo isso, no entanto, é importante gastar menos tempo em cada projeto e estabelecer um fluxo rápido de produção.

Custo X produtividade X qualidade

Em outras palavras, o profissional de tecnologia diariamente tem que se preocupar com o equilíbrio entre três fatores: custo, produtividade e qualidade. Geralmente, quando a equipe foca somente um deles, acaba sacrificando os outros.

Em um cenário comum de aumento da capacidade de produção, por exemplo, os membros acabam trabalhando às pressas, a fim de suprir as demandas, o que compromete a qualidade e implica descontrole de gastos.

Outro cenário é o aumento de agilidade operacional forçado por novas contratações. Essa estratégia não necessariamente implicará melhoria na qualidade, mas certamente agregará um aumento nos custos, referente a novos salários, questões trabalhistas, treinamentos, entre outros.

Evidentemente, essas resoluções não são ideais, nem as mais eficientes. Uma boa solução é aquela que permite balancear os três aspectos e manter a base para a continuidade saudável das operações. Esse resultado compreende uma maior agilidade na produção, despesas planejadas e alinhamento total aos requisitos acertados com os clientes.

Benefícios do aumento de produtividade

Com isso, a empresa reduz os custos gerais, já que consome menos recursos para entregar mais. Os gastos são rapidamente compensados com as entradas e o lucro. Essa combinação também gera entregas mais rápidas, mais clientes satisfeitos, lealdade desses clientes e, por conseguinte, uma melhor reputação no mercado.

Tudo é feito em “tempo de internet”, e a equipe funciona como uma máquina: com um fluxo preciso de atividades, sem erros e gargalos.

Essa maior produtividade gera menos dor de cabeça no início dos projetos e no término deles. Com maior previsibilidade dos resultados, é possível dimensionar os recursos corretamente e evitar transtornos futuros. Assim, trabalhar esse indicador é crucial para que uma equipe de desenvolvimento faça o seu trabalho da melhor maneira possível.

Como aumentar a produtividade?

Nesta seção, vamos examinar algumas dicas práticas de como resolver esse problema.

Automação de processos

É interessante adotar a automação de processos no desenvolvimento como uma forma de liberar os desenvolvedores para o foco no produto. Ou seja, para otimizar a agilidade na produção, delegar funções técnicas e repetitivas para máquinas realizarem em fluxos automáticos é o ideal.

Isso pode ser feito com ferramentas de gestão de projetos, por exemplo, que cuidam de questões burocráticas do processo, como o andamento em si. Assim, é possível contar com uma força automática para gerenciar o tempo e as funções de cada membro.

Desse modo, os programadores não precisarão gerenciar nada mais além do que o próprio código. Cada um pode se especializar em sua função e focar a criação do melhor software possível, com funcionalidades efetivas para atender aos requisitos apresentados.

Outsourcing

Outra dica é recorrer à terceirização de tarefas. A estratégia consiste em delegar algumas funções para membros externos, ou seja, que não fazem parte da equipe principal.

Assim, a companhia usufrui de força de trabalho especializada, mas não precisa arcar com custos trabalhistas. Essa abordagem pode ser combinada com a automação e com o trabalho dos membros internos, a fim de otimizar ainda mais os resultados.

Para entender as vantagens, precisamos voltar ao mesmo raciocínio do subtópico anterior: os funcionários da empresa estarão livres para funcionalidades críticas e para contribuir com criatividade. Esse método elimina perdas de tempo e distrações com tarefas pouco relevantes para o núcleo do negócio.

Métricas e indicadores

Não é possível buscar melhorias sem antes ter uma clara noção do problema. Isso pode ser alcançado com o uso de métricas e indicadores relevantes e estratégicos. Assim, você consegue monitorar os resultados, entender o que está acontecendo e estabelecer metas claras e fáceis de serem cumpridas.

Sem um índice definido, tudo fica muito vago para a equipe. Uma vez que a gestão possui algum indicador, é possível comunicar melhor e transmitir os objetivos para todos.

Caso a empresa opte por implantar alguma ferramenta nova, por exemplo, as métricas serão imprescindíveis para avaliar o resultado e o sucesso da escolha. São como conselheiros que indicam os problemas e o que precisa ser ajustado.

Reuso de código

Provavelmente, você já ouviu a frase “programadores não precisam reinventar a roda”. Ela se refere a uma prática que pode ser usada para otimizar a produtividade no dia a dia do desenvolvedor: reuso de código.

Ao utilizar um pedaço de código novamente, referente a alguma funcionalidade já implementada pela equipe, você evita o esforço e tempo que gastaria para reescrever tudo. Assim, utiliza esses recursos para focar outras funções e outras partes do software.

Padrões

Da mesma forma, a utilização de padrões de processos é fundamental para bons resultados. Afinal, essa abordagem ajuda a eliminar problemas de comunicação e gargalos operacionais, uma vez que torna tudo mais fácil de fazer.

As atividades são previsíveis, e o fluxo segue de forma rápida e ágil. Focar os padrões também ajuda a estabelecer qualidade, um dos princípios que discutimos no tópico introdutório.

Metodologias ágeis

As metodologias ágeis também são ótimas opções para quem deseja melhorar a agilidade operacional. Ao se adaptar a elas, as equipes ganham mais organização em seus processos, com cada membro ciente de seu papel, menos custos e prazos bem definidos para todas as etapas. Assim, é possível otimizar a produção, entregando o melhor em cada fase e um resultado consistente no final.

Esses métodos são fundamentais para impulsionar a inovação no processo de desenvolvimento. Associada a eles está a cultura DevOps, que busca integrar as equipes de desenvolvimento e infraestrutura a fim de criar um ambiente propício para entregas contínuas, feedbacks contínuos e padronização de processos.

Prevenção de distrações

Muitas vezes, a solução pode vir de um rigor maior com relação a dispersões e distrações no ambiente. Com um cuidado direcionado, é possível garantir um foco maior da equipe nas atividades principais e eliminar erros e instabilidade na produção.

Comunicação integrada e eficiente

Deve haver diálogo frequente entre os membros, com feedbacks e conversas acerca dos requisitos e do processo como um todo. É crucial criar uma cultura focada na colaboração entre os desenvolvedores, em que todos se ajudam e contribuem, juntos, para o crescimento da companhia.

Como a GAEA ajuda?

A GAEA é uma empresa que oferece um serviço de consultoria e suporte para companhias, focando a integração entre desenvolvimento e produção. Isso é feito com funcionalidades específicas, como controle de prazos, automação, monitoração de serviços, previsibilidade de impactos e atendimento 24/7.

Dessa forma, ela contribui para que as organizações atinjam melhores patamares, com o aumento de capacidade de produção, agilidade e uma melhor experiência para os seus usuários.

Alcançar uma melhoria na produtividade é o objetivo de muitas corporações. O setor de TI tem demandas cada vez maiores e, por esse motivo, precisa agilizar o fluxo, mas, ao mesmo tempo, não deve esquecer-se de focar a qualidade e redução de custos. Contratar uma empresa especializada é o primeiro passo para lidar com isso e balancear esses fatores.

Agora que você já conhece as dicas de como aumentar a produtividade, fale com a GAEA e comece a otimizar o seu cotidiano!