fbpx
Gamificação no Desenvolvimento

Descubra como a gamificação pode acelerar o desenvolvimento no setor tecnológico!

As organizações mais bem-sucedidas do mundo estão descobrindo que uma das melhores maneiras de garantir alta performance e otimizar os investimentos pode ser a gamificação.

Em uma pesquisa recente da plataforma de gerenciamento de aprendizado TalentLMS, 89% dos entrevistados relataram que seriam mais produtivos se seu trabalho fosse gamificado. Entre os que já usaram a técnica, um número espantoso considerou que a gamificação os fazia se sentir mais produtivos (89%) e mais felizes (88%) no trabalho.

A gamificação não é um conceito novo, mas é um termo que tem sido usado cada vez mais nos últimos tempos, especialmente quando falamos em ambientes de tecnologia. Por isso, neste artigo nós mostramos como a metodologia pode acelerar o desenvolvimento no setor. Vamos juntos?

O que é gamificação?

Gamificação é o uso de mecânica de jogo, elementos comportamentais e outras técnicas em contextos diversificados, especialmente no corporativo. Ela implica pegar elementos-chave que estimulam o desenvolvimento em jogos, como design, estruturas de atividades, conquistas visíveis e competição, e aplicá-los a processos que não são naturalmente jogos.

A gamificação está sendo aplicada a muitos processos e tarefas diferentes para aumentar o prazer das pessoas envolvidas em fazê-las. O prazer é criado ao tornar as tarefas mais envolventes, divertidas e interessantes de concluir, o que, por sua vez, aumenta a motivação das pessoas para completá-las.

Por que a gamificação funciona?

A gamificação funciona porque dá às pessoas o controle sobre o que estão fazendo e também fornece a elas marcadores claros de seu progresso, um mapa para guiá-los em ações futuras e prêmios para indicar claramente quando eles adotaram os comportamentos corretos. Se bem-feita, a gamificação pode aumentar a produtividade e o envolvimento dos funcionários. Mas, como?

Bom, tudo se resume à psicologia humana básica. Lembra daquela vez em que ganhou o troféu no evento esportivo nacional da sua escola? Você se lembra de como você se sentiu energizado? Naturalmente, injetar diversão em qualquer tipo de tarefa será automaticamente estimulante. E isso pode ser facilmente aplicado a seus funcionários no local de trabalho para reforçar o envolvimento deles.

Como a tecnologia simplifica a gamificação

Gamificação é encontrar o ponto ideal entre uma meta de negócios e o espírito de um jogo em equipe. Ele divide projetos complexos em tarefas simples que o cérebro humano pode aprender e absorver ao longo do tempo, sem tanto estresse ou fadiga.

Com a ajuda da tecnologia, é possível levar um jogo para todos os funcionários da empresa, a um custo nominal. Eles também podem ver de forma transparente o desempenho de todos. Recompensas instantâneas também são uma grande vantagem.

À medida que os funcionários aprendem novas habilidades, comportamentos e maneiras de resolver problemas, eles compreendem ainda mais o poder desses jogos. Ao mesmo tempo, um mecanismo consistente de feedback positivo mantém os funcionários motivados.

O aspecto social da gamificação

Os jogos também têm um aspecto social. As pessoas gostam de subir na vida e narrar seu status social. Esse aspecto torna o jogo mais valioso, pois motiva outras pessoas a trabalhar mais para alcançar um status mais alto, onde elas veem outras pessoas.

Para conseguir isso, eles colaboram com pessoas afins, entendem as áreas em que precisam melhorar e investem seu tempo e energia para fazê-lo. Não é exatamente o que qualquer empresa deseja alcançar por meio de seus programas de treinamento em equipe?

O aprendizado gamificado pode ser aplicado a quase todas as funções de negócios, seja de vendas e marketing, design de produtos, estratégia de negócios, gerenciamento de estoque, segurança ou qualquer outra coisa.

No momento em que as empresas estão achando difícil decifrar o código de contratação de uma força de trabalho de várias gerações e multidemografia, as abordagens tradicionais de integração e treinamento podem ser ineficazes. O uso dos princípios de gamificação não apenas torna a jornada de aprendizado mais divertida, mas também aumenta a retenção dessas habilidades recém-adquiridas.

Funcionários engajados levam a funcionários mais produtivos, que o ajudarão a alcançar resultados de negócios. Parece matemática simples, não é? Mas, vamos destrinchar um pouco mais sobre o assunto a seguir.

Como a gamificação pode acelerar o desenvolvimento no setor de tecnologia?

A gamificação ganha espaço nas empresas de tecnologia como recurso de treinamento e contribui para melhorar o clima e a produtividade do trabalho, entre outras variáveis, como as que apresentamos a seguir.

Melhora o engajamento

Segundo um estudo da McKinsey, 70% dos esforços de transformação de negócios falham devido à falta de engajamento. Isso ocorre porque os empresários lutam para identificar o que realmente envolve os funcionários. Eles podem oferecer aumentos ou vantagens diversificados, mas estes não são necessariamente o que os funcionários querem do local de trabalho.

Com a gamificação integrada, o trabalho em si se torna uma experiência divertida e agradável. Os membros da equipe podem competir entre si para obter um ranking mais alto de atendimento a chamados, por exemplo, o que leva a um aumento no engajamento por meio de uma competição amigável.

Gera integração na equipe

Os jogos são capazes de atender a várias das necessidades das empresas, e algumas delas são socialização e pertencimento. A gamificação pode estimular o espírito colaborativo dos funcionários, melhorar a comunicação e motivar o desenvolvimento da ideia de que os objetivos de negócios também são deles.

Melhora a visão do negócio

“Se a lição é divertida, ela nunca é esquecida”. A frase, cunhada para promover uma coleção infantil bem conhecida de divulgação histórica, se encaixa perfeitamente com o espírito de gamificação nas empresas.

Está provado que as atividades de treinamento que envolvem maior envolvimento dos trabalhadores atingem taxas mais altas de retenção de conhecimento. É, portanto, um recurso muito mais eficiente para ampliar a visão do negócio entre os funcionários.

Traz competitividade e recompensas

Dependendo dos objetivos perseguidos com os jogos, eles podem dar origem a uma forte interação entre os companheiros. Obviamente, isso não implica que todos eles devem remar na mesma direção (a menos que o objetivo seja reforçar o trabalho em equipe), mas sim que a competição entre os funcionários possa ser incentivada. Com isso, a equipe é motivada a se aperfeiçoar dia a dia e se destacar, de maneira saudável e respeitosa.

Proporciona superação

Um dos efeitos mais comuns das rotinas diárias de trabalho é o esgotamento. A gamificação, usando um sistema de conquistas, recompensas e objetivos, é capaz de otimizar o desempenho dos funcionários e promover a superação individual.

Não estamos falando apenas de funcionários que trabalham por salário ou por obrigação, mas também sobre pessoas que têm uma associação positiva com o local de trabalho, uma associação criada a partir dos efeitos do jogo. Como resultado, o sentimento de exaustão levará mais tempo para aparecer; o que se traduzirá em maiores lucros para a empresa.

Otimiza os feedbacks

A gamificação permite que os funcionários trabalhem em direção a metas em tempo real, mensuráveis e significativas, e obtenham feedback do superior à medida que essas metas são alcançadas. Afinal, você nunca vai melhorar se não conseguir descobrir o que precisa fazer melhor ou descobrir como aprimorar.

Constrói uma cultura organizacional positiva

Obviamente, a organização interna de uma empresa desempenha um papel fundamental no sucesso ou fracasso de qualquer projeto. Nada pode ser deixado ao acaso e cada membro da empresa deve ter uma função e obrigações claras. Mas tudo o que foi exposto não está de maneira alguma em desacordo com a existência de uma cultura organizacional que promove originalidade, criatividade e, por que não, uma certa espontaneidade.

Não se trata de interromper o planejamento, mas de impedir que regras em excesso limitem as capacidades da equipe. A gamificação ajuda a mudar essa cultura organizacional.

Como aplicar a gamificação na gestão?

Quando implementada com sabedoria, a gamificação pode aumentar o prazer e os resultados para todos os envolvidos. Abaixo, detalhamos como a metodologia pode ser aplicada de forma inovadora na sua empresa.

Descobrindo métricas existentes

É muito fácil confundir gamificação com mecânica de jogo. A gamificação não requer nenhum filtro narrativo, apenas uma sensação de progressão e recompensa.

As maneiras inteligentes usadas internamente giram em torno da aplicação de métricas compreensíveis para coisas que já existiam — as equipes de desenvolvedores geralmente não veem os elogios que os gerentes de contas fazem, por exemplo, mostrando assim que de maneira cumulativa podem ser feitas maravilhas.

Incentivando as equipes a atingir metas

O uso de scorecards em todas as equipes que você gerencia pode ser uma forma inteligente de atingir metas. Por exemplo, é possível usar um scorecard ou placar para definir uma meta para uma equipe concluir tarefas com um certo número de testes de unidade em uma semana.

Estabeleça uma meta para a equipe no início da semana, com um prêmio por atingi-la ao meio-dia da sexta-feira. Torne o primeiro objetivo relativamente fácil de alcançar e depois aumente um pouco na próxima semana.

automatizacao deployPowered by Rock Convert

Motivando o comportamento individual e coletivo

Outra forma de alavancar a gamificação é recompensar o comportamento coletivo e individual. As empresas precisam adotar um modelo que motive e capacite de baixo para cima, fornecendo, em última instância, um reconhecimento oportuno e de valor agregado. O ideal é motivar um indivíduo em um nível pessoal, mas, ao mesmo tempo, incentivar o grupo em um nível maior, para que eles continuem envolvidos.

Aumentando o envolvimento do usuário

A gamificação em um produto torna a experiência do usuário mais atraente e personalizada. Especialmente para soluções business to business (B2B) — software como serviço —, os jogos podem transformar processos de negócios comuns em ferramentas para motivação e apreciação da equipe.

Por exemplo, você pode criar uma tabela de líderes que reconhece, com distintivos, os membros da equipe que concluem a maioria das ordens de serviço em um mês.

Levando as pessoas a falar

Uma boa empresa de tecnologia deve realizar retrospectivas regularmente, mas pode ser difícil fazer as pessoas falarem sobre falhas e vitórias de maneira significativa. Usar um jogo retrospectivo para fazer com que sua equipe compartilhe as experiências pode ser uma excelente saída.

Melhorando o treinamento de segurança

A introdução de uma plataforma de treinamento de segurança gamificada em sua empresa também pode ser uma ideia bem-sucedida. De uma maneira divertida e intuitiva, os membros da equipe podem aprender como os hackers tentam violar as empresas essencialmente “hackeando” uns aos outros dentro da plataforma.

Isso leva a uma melhor compreensão da segurança da informação e a melhores resultados do que os treinamentos típicos em toda a empresa.

Quais as melhores estratégias de gamificação para os negócios?

Dito isto, existem armadilhas e ir longe demais com estratégias de gamificação pode levar a resultados negativos e impactar os objetivos do negócio. Vamos dar uma olhada no que funciona com o uso dessas estratégias no local de trabalho versus o que não funciona.

Tenha visão de longo prazo

Independentemente de quem ou o que você está tentando gamificar, é muito importante que você tenha uma visão mais ampla. É muito fácil irritar as pessoas, e em qualquer grupo haverá aquelas que apreciam a concorrência e outras que não.

Uma das principais coisas a evitar quando se trata de gamificação no local de trabalho está em ir muito fundo cedo demais. Certifique-se de que o que você faz é apropriado para o público e não será um programa único.

Não enfatize demais as recompensas

Pensar que as pessoas só participarão do seu programa se as recompensas forem grandes e chamativas é uma falácia. Os melhores programas de gamificação corporativa são sobre a própria competição. O problema das grandes recompensas, então, é duplo:

  • você não pode continuar financiando grandes recompensas a longo prazo;
  • muitas vezes, cria incentivos falsos — as pessoas acabam fazendo coisas que você realmente não quer que elas façam, apenas pela vitória.

Saiba que não basta celebrar o melhor desempenho

Gamificação nos negócios é sobre a equipe. Sim, você deve recompensar o seu melhor desempenho, mas tenha o cuidado de recompensar também os outros participantes. Caso contrário, você provavelmente verá uma grande queda no engajamento.

Crie recompensas criativas

De volta ao tópico das recompensas, há uma diferença bastante clara entre aquelas que funcionam e as que não funcionam. Os prêmios materiais que não estão realmente conectados ao seu negócio não são tão eficazes, por exemplo.

As melhores recompensas de gamificação são aquelas relacionadas ao reconhecimento e avanço profissional: uma recomendação do CIO no LinkedIn, uma mensagem em uma reunião geral, um convite para escrever no blog da empresa etc. Observe que essas recompensas também são gratuitas e realmente conectam a gamificação ao negócio como um todo, o que é muito importante.

Acompanhe e relate

O ditado “se não for rastreado, não existe” certamente vale para programas de gamificação. O rastreamento é importante por vários motivos:

  • ajuda os participantes a saber onde estão e como melhorar;
  • auxilia o líder a entender se o programa está realmente conduzindo as metas de negócios que você pretende.

Recomendamos a criação de uma ferramenta ou solução que permita que você compartilhe resultados facilmente com os usuários, um boletim de e-mail e acompanhe o desempenho geral do programa. Obviamente, você também pode fazer esse tipo de coisa manualmente, mas isso fica difícil e consome muito tempo.

Quais os benefícios do uso da gamificação?

Embora muitos acreditem que a gamificação empresarial é uma maneira de cultivar a concorrência dos funcionários e, finalmente, manipular um aumento no desempenho, essa é uma perspectiva bastante antiga sobre o que a metodologia é capaz dentro dos negócios. Confira alguns dos principais benefícios!

Aumento da produtividade

O aumento da motivação dos funcionários, sem dúvida, elevará sua produtividade. Explorar o meio divertido no campo profissional é, portanto, uma excelente solução para melhorar a eficiência dos funcionários. Em um espírito lúdico e um ambiente descontraído, eles aprenderão a ser mais eficientes utilizando técnicas de jogo.

Melhora da motivação

Os produtos gamificados proporcionam melhor satisfação ao funcionário e melhoram seu desempenho. Para ser produtivo, você precisa estar motivado! E nessa área, a gamificação é o mestre do jogo. Com metas e recompensas definidas (como pontos de bônus em videogames), os funcionários ficarão muito mais motivados em suas vidas profissionais.

Desenvolvimento da criatividade

A participação da equipe na aprendizagem baseada em jogos estimula sua criatividade e fortalece seu compromisso. Como o Google, muitas grandes empresas dedicam regularmente parte do dia útil de seus funcionários a desenvolver sua criatividade com atividades divertidas.

Comunicação eficaz

Uma ferramenta essencial no campo profissional, a comunicação deve ser facilitada para garantir o bom funcionamento da organização. A abordagem de recursos humanos (paga) destinada a integrar dispositivos gamificados no treinamento da equipe, é apreciada pelos funcionários. O departamento, portanto, goza de uma boa reputação entre os trabalhadores e isso promove a comunicação.

Promoção da inovação

A aprendizagem baseada em jogos cria dinâmicas inovadoras dentro de uma empresa. A inovação em uma organização é uma das chaves para o sucesso, o que leva à melhoria de habilidades e, possivelmente, ao desenvolvimento da atividade e desempenho do funcionário.

Desenvolvimento de habilidades

As técnicas gamificadas são eficazes para melhorar as habilidades humanas, o gerenciamento do estresse, as comunicações e outras habilidades úteis para o desenvolvimento adequado dos negócios.

Transmissão da imagem da marca

Entre as muitas vantagens do programa gamificado, o de promover a reputação da empresa é algo real. As atividades gamificadas são, nesse sentido, ferramentas de comunicação perfeitas para atrair ainda mais aqueles que desejam ingressar na empresa. A gamificação facilita a transmissão dos pontos fortes da sociedade.

Aumento da transparência

A implementação da gamificação requer a coleta automática de dados objetivos de desempenho. Independentemente de qual aplicativo corporativo você estiver usando como base para gamificação, a coleta real dos dados, as decisões de quais KPIs medir e a medição consistente têm valor por si só.

De repente, você não está classificando os funcionários com base no que os gerentes dizem, mas em dados reais e concretos. Às vezes, os resultados podem surpreender — mostrando os melhores desempenhos ocultos. Além disso, os funcionários entendem a objetividade e sua percepção dos dados os fazem sentir que as regras do jogo são justas.

Mudança comportamental e cultural dos funcionários

Um dos benefícios mais importantes e valiosos da gamificação reside em sua capacidade de promover mudanças culturais e comportamentais positivas. Ela pode ser usada com sucesso para envolver e educar os funcionários sobre novas ferramentas, processos ou plataformas de uma maneira divertida e envolvente.

Com a riqueza da transformação digital, os funcionários geralmente não conseguem acompanhar o ritmo da mudança e / ou não dispõem de tempo para aprender. Então adicionar a mecânica do jogo ajuda a envolver, educar e motivar a força de trabalho em torno dessas novas ferramentas ou processos, além de sustentar mudanças comportamentais a longo prazo.

Redução de custos

Frequentemente, as medidas de redução de custos são recebidas com negatividade e relutância. A exigência de consumo humano e digital está crescendo diariamente. A gamificação pode ajudar a combater isso, envolvendo e educando os funcionários e conscientizando-os de seu próprio comportamento.

A gamificação também ajuda incentivando as pessoas a concluir tarefas específicas que podem ser obrigatórias ou vistas como “monótonas”. Fazer com que as pessoas alterem certos comportamentos em relação ao consumo — por exemplo, impressão em volume ou uso de telefone celular —- pode levar a uma economia significativa de custos para a organização.

Graças à gamificação, as empresas podem se concentrar em melhorar ou desenvolver habilidades específicas em suas equipes. Os programas de treinamento com gamificação serão úteis para fazer com que os funcionários melhorem esses aspectos essenciais para progredir em várias áreas — liderança, gerenciamento de estresse, habilidades de comunicação, negociação etc.

Por fim, vale ressaltar que liderança é um dos fatores mais importantes no sucesso de um projeto de TI. Os líderes estão usando a gamificação para incentivar comportamentos positivos dentro de suas equipes e mantê-las organizadas, com seus KPIs sob controle.

Assim, eles podem recompensar continuamente bons desempenhos e ajudar os que têm baixa performance. Com a gamificação, os líderes de equipe também podem manter os níveis de engajamento com um feedback em tempo real e alguns desafios no desenvolvimento de sistemas, produtos e soluções.

Achou este artigo relevante? Cadastre-se então, agora mesmo, para receber nossa newsletter com diversos outros conteúdos sobre tecnologia e negócios!

guia de ferramentas devopsPowered by Rock Convert

Deixe um comentário