fbpx
Multicloud: saiba tudo sobre a estratégia e como começar

Multicloud: saiba tudo sobre a estratégia e como começar

A computação em nuvem, ou cloud computing, foi um verdadeiro marco na história da Tecnologia da Informação. Ela trouxe uma série de potencialidades que não eram esperadas para o setor até então e que modificou as possibilidades de estruturação das organizações da área, reduziu custos em TI, entre outros.

Diante dessas mudanças, é natural que as evoluções continuem, a fim de aperfeiçoar o uso da arquitetura em nuvem e obter melhores resultados. Por exemplo, atualmente, não devemos apenas migrar o data center físico para a nuvem — há ainda mais potencialidades que podem e devem ser exploradas nesse contexto.

Dessa forma, surge o Multicloud, que está sendo cada vez mais incorporado nas organizações. Você já ouviu falar nesse conceito? Vamos mostrar um guia completo sobre esse tema e tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto!

O que é Multicloud?

O ambiente Multicloud (que pode ser utilizado como sinônimo para nuvens múltiplas) é aquele no qual a organização passa a utilizar os serviços de diversos provedores diferentes de cloud computing para conseguir realizar suas ações.

Normalmente, é uma opção escolhida pelas organizações as quais não conseguem encontrar, em apenas um fornecedor, os serviços em nuvem necessários para realizar suas atividades da forma correta.

Também é uma opção quando se torna mais vantajoso contar com o oferecimento de serviços advindos de mais de uma organização. Com isso, a organização consegue utilizar plataformas de diversos provedores diferentes, podendo utilizar isso até de forma estratégica.

Por exemplo, pode-se utilizar um ambiente em nuvem para o desenvolvimento da solução enquanto outra se destina ao backup dos dados existentes. Os serviços podem ser de nuvem pública, privada ou híbrida, sem maiores problemas.

A Gartner, uma das maiores autoridades em pesquisas sobre a área de tecnologia, apontou que aproximadamente 70% das companhias de TI utilizariam esse tipo de computação em nuvem em 2019. E a tendência é que os números cresçam nos próximos anos.

Isso acontece porque as empresas estão, cada vez mais, observando a necessidade de buscar soluções que se adaptem às suas demandas constantes, otimizando as rotinas internas e minimizando os riscos de indisponibilidade — e tudo isso com um bom retorno sobe o investimento.

Como a estratégia Multicloud funciona?

Para começar a entender como o Multicloud funciona, é importante deixar um ponto bem claro: ele opera com dois ou mais ambientes em nuvem funcionando ao mesmo tempo. Isso garante maior flexibilidade e versatilidade em seu uso cotidiano. Por isso, é importante ressaltar: o funcionamento pode ser adaptável para a realidade do seu negócio.

Há empresas que oferecem o serviço de gerenciamento de Multicloud, o que facilita o trabalho dos gestores de TI, que podem encontrar em um mesmo ambiente todas as funcionalidades necessárias.

De modo geral, o processo é bem simples. O gestor deverá fazer um cadastro no sistema de Multicloud contratado, ativando a conta por e-mail. A partir disso, deverão ser adicionados, no sistema, todos os serviços que a empresa conta e utiliza no dia a dia.

Com isso, em um mesmo dashboard, o colaborador poderá encontrar todos os dados necessários armazenados nos diferentes serviços cloud. Porém, para que funcione da forma adequada, é fundamental que seu negócio conte com um bom parceiro de Cloud Computing, que ofereça uma boa gestão dos diferentes serviços disponíveis.

Para que serve estratégia Multicloud?

A estratégia Multicloud pode ser aplicada em diversos contextos, para diferentes objetivos, de forma que é necessária a observação dos gestores envolvidos para compreender se, de fato, é uma opção que será vantajosa para a organização naquele momento.

Para identificar se é o melhor momento, pode-se avaliar alguns pontos, tais como:

  • dificuldade em encontrar um fornecedor de cloud computing que ofereça todas as funcionalidades, recursos e pré-requisitos necessários para o uso em sua empresa;
  • o core business da sua organização ou de seus clientes não permite que ocorram interrupções ou indisponibilidades nos serviços, sob pena de grandes prejuízos;
  • a dependência de um único fornecedor soa muito problemática e potencialmente prejudicial para seu negócio.

O Multicloud, assim, funciona como uma espécie de solução para os problemas que listamos acima. É, efetivamente, uma estratégia para obtenção de melhores resultados para sua organização.

Essa estratégia pode ser utilizada para os seguintes fins:

  • potencializar o DevOps;
  • implementar a Internet das Coisas;
  • melhorar a proteção de dados da organização;
  • ter planos de recuperação de desastres mais consistentes;
  • realizar a combinação entre SaaS (Software as a Service), IaaS (Infrastuctue as a Service) e PaaS (Platform as a Service).

Quais os benefícios da estratégia Multicloud?

A adoção do Multicloud pode ser extremamente benéfico para a organização como um todo e para o setor de TI especificamente. Por isso, é fundamental compreender as vantagens que ela traz para o negócio. Vamos apresentar as principais a seguir.

Permite obter o melhor de cada provedor

Cada provedor de computação em nuvem traz determinados benefícios que o concorrente direto pode não trazer. Em um cenário mais tradicional, isso poderia representar um momento delicado, no qual os gestores teriam que definir qual seria a empresa que ofereceria o melhor serviço.

Diante da possibilidade do Multicloud, seu negócio pode aproveitar o que há de mais vantajoso em cada um dos serviços. Porém, é fundamental relembrar que cada fornecedor terá seus pontos fortes e fracos. E, assim, é fundamental saber lidar com as desvantagens e minimizar as chances de falha que podem ocorrer.

Potencializa o investimento

Devido ao fato de poder escolher quais serão as ferramentas de cada fornecedor que sejam realmente vantajosas, tendo o melhor de cada plataforma. Sendo assim, é uma forma de estratégia para otimização do ROI (Retorno Sobre o Investimento).

Da mesma forma, também é possível realizar a realocação de recursos, para que sejam utilizados de acordo e no momento necessário, realizando os investimentos necessários para conseguir cumprir as metas e objetivos propostos.

Reduz custos

Além de ter um retorno mais otimizado, o uso de Multicloud permite uma redução nos custos totais com cloud computing. Isso porque você poderá adotar serviços com melhor custo-benefício em outros fornecedores e, com isso, evitar desperdícios que podem prejudicar o orçamento da sua empresa.

Integra serviços

Utilizando mais de um serviço de nuvem, é possível realizar a integração de serviços entre os diversos fornecedores, conseguindo ter mais de uma opção para o gerenciamento das funcionalidades em cloud.

Aumenta a flexibilidade

Trabalhar com flexibilidade é, cada vez mais, uma questão desejável para as organizações de TI. Sem isso, muito do trabalho fica engessado e o objetivo proposto não é alcançado. E no Multicloud, essa flexibilidade é extremamente desejável.

Caso seja necessário, é possível distribuir os recursos da forma que for preciso naquele determinado momento. Após determinada fase, pode-se realizar um novo rearranjo de recursos e assim sucessivamente.

Otimiza a infraestrutura

O ambiente Multicloud proporciona o benefício de conseguir aproveitar as melhores ofertas de cada provedor de serviço. Sendo assim, você consegue montar a infraestrutura que deseja e necessita para o modelo do seu negócio, de forma personalizada. Com isso, consegue cumprir todas as demandas da organização sem estar preso a apenas um prestador de serviço específico.

Promove uma maior segurança

O modelo Multicloud é muito mais seguro, por diversos motivos. Isso porque você pode escolher o provedor de serviços que ofereça as melhores soluções e permita a implementação dos protocolos de segurança necessários para o armazenamento de dados que sejam mais sensíveis e confidenciais, que não estejam alocados no mesmo ambiente da sua solução, por exemplo.

Outro ponto é que isso dificulta a ação de cibercriminosos, que não terão acesso a todos os dados, caso tentem e consigam acessar um determinado provedor que seja mais inseguro. Dessa forma, reduz-se as ameaças de segurança em cloud computing. A exposição a ataques DDoS, uma das principais cortinas de fumaça para ataques de cibercriminosos para obtenção de dados confidenciais das organizações, também é reduzida.

Além disso, esse modelo é importante para garantir a disponibilidade dos dados continuamente, evitando que você não tenha acesso a eles devido a problemas com um dos fornecedores.

Para muitas empresas, cujo core business depende do fluxo de dados disponíveis continuamente, esse é um recurso imprescindível, como forma de gerar backups redundantes. A empresa, assim, pode ter um plano de recuperação de desastres no qual esteja previsto o uso de múltiplas nuvens como forma de solução do problema.

Reduz a indisponibilidade de serviço

Outro ponto que pode ser vantajoso para sua empresa é evitar a indisponibilidade do serviço. Afinal, todo provedor em nuvem pode ter falhas que podem comprometer o funcionamento do seu negócio.

Imagine, por exemplo, um e-commerce que dependa de uma plataforma de cloud computing que está indisponível no momento. Muitas vendas poderão deixar de existir, gerando prejuízos para sua organização.

Ao utilizar mais de um provedor de nuvem, você poderá ter uma réplica do serviço em uma outra plataforma, que poderá ser acionada imediatamente, recolocando seu site no ar. O mesmo vale para aplicativos e soluções que sejam fundamentais para seu negócio e que não podem ficar indisponíveis por muito tempo.

Deixar todas as suas soluções, bancos de dados e aplicações em um mesmo local é algo de alto risco. Qualquer tipo de problema, como desastres, problemas de segurança, entre outros, podem comprometer a estrutura do seu negócio.

É, importante, também, considerar quais são os pontos críticos que devem ser observados para que se possa minimizar as chances de erros e prejuízos na adoção do Multicloud. Afinal, estamos falando de uma estratégia que depende de múltiplas variáveis e análises para que possa ser bem-sucedida.

Alguns pontos que necessitam ser observados são:

  • maior sobrecarga na equipe de TI: um ambiente multinuvem traz consigo uma maior carga de trabalho, que ficará nas mãos das equipes. Isso porque eles terão, continuamente, uma infinidade de opções e recursos a sua disposição e que necessitam ser avaliados continuamente para verificar se continuam compensando — a variação pode ser benéfica, mas quando mal trabalhada, pode confundir seus colaboradores;
  • diminuição da velocidade de processos: se os seus colaboradores precisam parar continuamente para avaliar quais são as melhores soluções a serem aplicadas de cada uma das plataformas, o processo decisório consome um tempo precioso que poderia ser aplicado em outras atividades — por mais que a ampliação de opções seja benéfica, caso não seja bem trabalhada, poderá acarretar em um maior desperdício de tempo;
  • necessidade de adequação da solução com a infraestrutura de vários provedores: outra questão que pode impactar o tempo de realização de tarefas, pois, como cada uma das plataformas tem seus APIs e padrões, o desenvolvedor deverá fazer as devidas adequações para que a solução possa dialogar com as diversas plataformas sem maiores problemas — ou, em alguns casos mais graves, será necessário criar várias versões da aplicação;
  • maior sobrecarga para o DevOps: se sua empresa trabalha com DevOps, o uso de Multicloud exigirá um trabalho mais complexo e detalhado com gerenciamento e manutenção de desempenho — consequentemente, o tempo gasto para isso será maior;
  • exige mais cuidados com segurança: apesar de o ambiente Multicloud permitir ter estratégias de segurança da informação mais eficientes, é fundamental redobrar os cuidados, afinal, você terá dados e informações dispersos em mais plataformas, o que pode facilitar o acesso de cibercriminosos — mais lugares com informações significa aplicação de mais protocolos de segurança continuamente;
  • necessidade de ter profissionais especializados: como você pode perceber, trabalhar com Multicloud envolve ter mais variáveis envolvidas no processo — com isso, é fundamental ter um profissional com experiência nessa área, para que seja possível fazer as escolhas adequadas e treinar os demais profissionais.

Afinal, o que a estratégia Multicloud tem a ver com transformação digital?

A transformação digital (processo no qual há uma maior inserção de tecnologias para melhorar desempenho e potencializar resultados) trouxe uma série de mudanças para o ambiente organizacional das mais diferentes empresas, até mesmo no que concerne a própria filosofia do negócio. E no setor de TI, berço do desenvolvimento tecnológico, não poderia ser diferente.

Com as mudanças provocadas pela transformação digital e, consequentemente, com a modificação dos mercados tradicionais existentes, surge o desafio de conseguir manter os sistemas e soluções funcionando continuamente. Afinal, cada vez mais as empresas dependem disso para manterem suas rotinas.

Pense, por exemplo, em uma empresa de e-commerce. Para que ela continue realizando suas vendas e, consequentemente, potencialize sua lucratividade e alcance as metas diárias, é fundamental que a plataforma de vendas, o site e os bancos de dados estejam disponíveis todo o tempo.

Falhas de disponibilidade podem causar problemas para as vendas e, até mesmo, tirar o site do ar. Quanto mais tempo ele ficar indisponível, mais oportunidades de venda são desperdiçadas e, consequentemente, maior o prejuízo para o negócio.

Por isso, é fundamental manter a disponibilidade das soluções e serviços continuamente. E o Multicloud auxilia nesse processo.

Por meio dele é possível garantir que as diversas soluções dependentes de cloud computing possam continuar operando com maior segurança e disponibilidade, com os recursos necessários para seu pleno funcionamento.

Com isso, o Multicloud consegue dar o suporte necessário para que as organizações continuem cumprindo suas funções adequadamente e minimiza as chances de paradas que possam gerar indisponibilidade. Além disso, oferece a segurança e a flexibilidade necessárias para o uso e desenvolvimento das soluções.

Outro ponto que evidencia como essa estratégia está relacionada com a transformação digital é a forma como ela permite melhorar a capacidade analítica para o tratamento de dados, conseguindo processar, com maior exatidão, dados estratégicos que serão úteis para tomadas de decisões em seu negócio.

Multicloud é a mesma coisa que nuvem híbrida?

A resposta é: não. Para entender melhor a diferença, vamos explicar como funciona a nuvem híbrida.

A nuvem híbrida diz respeito a um ambiente computacional no qual há a presença associada entre nuvem pública e nuvem privada, de forma que as aplicações possam compartilhar dados, informações e trocas de tráfego entre eles.

Normalmente, ela é aplicada na plataforma de um mesmo fornecedor, ou seja, não é, essencialmente, um ambiente Multicloud.

Quais são os maiores desafios para implementar uma estratégia Multicloud?

Nós já falamos sobre muitos desafios que devem ser observados para conseguir aplicar uma estratégia Multicloud eficiente. Porém, ainda é possível acrescentar alguns pontos fundamentais que precisam ser observados com cuidado, a fim de serem contornados para conseguir melhores resultados. Veja os principais a seguir.

Profissionais capacitados

Em um primeiro momento, a adequação para o uso de plataformas de cloud computing pode parecer confusa e gerar uma série de adaptações e necessidade de transformações para surtir os efeitos desejados.

Para isso, é fundamental ter profissionais capacitados na organização que tenham know-how no que concerne a aplicação e gerenciamento de múltiplas nuvens. Caso contrário, todo o processo poderá ser confuso e, principalmente, cheio de falhas.

Diante disso, pode ser importante contratar um especialista in loco durante todo o tempo ou, então, ter uma consultoria de TI que realize todo o processo de adaptação e treinamento para o uso de Multicloud.

Gerenciamento

Quanto mais locais a empresa tiver para o uso de testes, executar aplicações, armazenamento de dados, entre outros, maior será o tempo e energia gastos para o gerenciamento, afinal, será necessário criar formas de integração e observar diversas plataformas funcionando simultaneamente.

Isso exige tempo, dedicação e, principalmente, eficiência no processo. Caso contrário, todos os esforços e investimentos poderão ir por água abaixo.

Operação alinhada

Todos os colaboradores, bem como todos os processos existentes nas diversas nuvens, devem estar devidamente alinhados para que possam operar com sinergia. Qualquer falha nesse ponto pode colocar toda a estratégia a perder.

Como começar uma estratégia Multicloud?

Agora que você sabe tudo sobre Multicloud, principalmente sobre seus benefícios e principais desafios a serem vencidos, é hora de entender como começar uma estratégia dessa natureza e minimizar as chances de falhas que possam comprometer o sucesso do uso das múltiplas nuvens.

Em primeiro lugar, o planejamento é fundamental para realizar essa implementação. Lembre-se de que estamos falando em aumentar o número de variáveis presente no processo de cloud computing, incluindo questões como:

  • avaliar quais são as demandas internas da organização para as plataformas de cloud computing;
  • quais são as principais falhas do fornecedor atual que ele não consegue cumprir e que devem ser buscadas nas outras organizações disponíveis;
  • quais são os pontos positivos que o seu atual fornecedor tem;
  • de que forma as soluções da empresa terão que ser modificadas para que seja implementado o Multicloud;
  • como será organizada a estrutura das soluções para que essa estratégia possa ser aplicada devidamente, garantindo o funcionamento delas adequadamente.

Esse planejamento deverá ser realizado em parceria com especialistas nesse tipo de estratégia, sejam eles colaboradores fixos da organização, sejam colaboradores que estejam trabalhando justamente para que a implementação seja devidamente realizada.

É fundamental contar com esse corpo de especialistas, pois eles terão experiência nesse tipo de implementação, bem como realizarão as personalizações necessárias para que se adéquem a realidade do seu negócio.

A filosofia, cultura e objetivos da empresa precisam estar alinhados com essa estratégia. Caso contrário, poderão existir embates que podem comprometer consideravelmente o sucesso da mudança. É preciso, também, observar se a maturidade da empresa no momento permite esse tipo de adesão.

Planejamento em mãos, tudo devidamente documentado, é hora de colocar em prática a adesão ao Multicloud. Para isso, é hora de fazer o levantamento de fornecedores, seus serviços, quais deles oferecem benefícios e quais são os que a sua empresa escolherá.

Veja algumas dicas sobre como escolher uma solução cloud e tire suas dúvidas sobre o tema.

A partir da contratação, é hora de colocar o planejamento em prática, com o apoio de especialistas e consultores, que realizarão todo o processo da forma como proposto na primeira etapa de implementação.

É fundamental, também, treinar os colaboradores para que aprendam como operar em Multicloud, de forma que consigam com o máximo de eficiência e aproveitem todos os benefícios que essa estratégia oferece.

Algumas funcionalidades específicas que podem ser implementadas são:

  • plataforma de IoT: as multiplataformas de cloud computing podem ser utilizadas para dar suporte a essa tecnologia e conectar objetos à Internet;
  • inteligência artificial: a implementação de Machine Learning é beneficiada com esse tipo de projeto, desde que as ferramentas certas sejam utilizadas para este fim — pode-se, até mesmo, implementar o Deep Learning, caso ocorra essa necessidade;
  • big data: com mais ferramentas em cloud operando, é possível aumentar o volume de dados a serem analisados e coletados, sem um aumento considerável de investimento.

Como você pôde perceber ao longo deste guia, o Multicloud é uma solução ótima para os gestores que necessitam trabalhar com maior segurança, flexibilidade e querem aproveitar o que há de melhor em cada serviço cloud, unindo todas as informações e dados em um mesmo local de gerenciamento.

Quer mais dicas para melhorar os serviços e gestão da sua empresa de TI? Então siga agora mesmo os nossos perfis no Facebook e no Linkedin e tenha acesso a todas as nossas publicações!

ContatoPowered by Rock Convert

Deixe um comentário